Renault revelou o Sport R.S. 01

A Renault revelou esta semana o seu novo modelo para utilização exclusiva em pistas, o Renault Sport R.S. 01, que vai dar origem ao Renault Sport Trophy, integrado nas World Series by Renault, já a partir de 2015, em substituição do Mégane Trophy.

Renault_Sport_RS_01_01

Este novo modelo de competição, que apresenta um design inspirado nos protótipos, concentra elementos como a coque em carbono (desenvolvida pela Dallara e que contribui para o peso inferior a 1100 quilos), e o motor NISMO V6 3.8L biturbo com mais de 500 cavalos de potência (colocado em posição central traseira e acoplado a uma caixa de velocidades sequencial Sadev de 7 relações) que permitem ultrapassar os 300 km/h.

Renault_Sport_RS_01_02

Renault_Sport_RS_01_03

O desempenho aerodinâmico do Renault Sport R.S. 01 permite-lhe obter performances que ultrapassam os modelos da categoria GT3 e se aproximam de um automóvel do DTM. A uma velocidade de 300 km/h, o apoio gerado de 1,7 toneladas é equivalente ao de um monolugar Fórmula Renault 3.5.

Renault_Sport_RS_01_04 Renault_Sport_RS_01_05

A dianteira do Renault Sport R.S. 01 é marcada por um design “futurísta” em que se destacam as enormes entradas de ar integradas com os faróis diurnos de LED, enquanto na traseira se destacam o aileron regulável e a dupla saída de escape, para além dos faróis de LED que se prolongam a toda a largura.

Renault_Sport_RS_01_07 Renault_Sport_RS_01_06

Os pneus de 18 polegadas utilizados no Renault Sport R.S. 01 (30/68 R18 à frente e 31/71 R18 atrás) foram desenvolvidos pela Michelin e serão montados em jantes com um design inédito e com fixação através de um único parafuso central.

Renault_Sport_RS_01_08 Renault_Sport_RS_01_09

O Renault Sport Trophy de 2015 vai contar com a participação de 20 equipas, com dois pilotos por cada viatura e como “aliciante”, a Renault já anunciou que o campeão da categoria “pro” vai ter direito a um programa completo (simulador, preparação física, media training…) de “rookie test” com a equipa oficial Nismo no campeonato Super GT no Japão, enquanto o campeão da categoria “am” vai poder participar na edição de 2016 das 24 Horas de Le Mans, ao volante de um protótipo LMP2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.