Voo com wingsuit passa por buraco com 2m em montanha

Poderia pensar-se que voar com um wingsuit já seria suficientemente radical. Sabendo-se isso, compreender-se-ia a vontade de alguns aventureiros mais radicais fazerem os seus voos a rasar o solo, montanhas e árvores. Mas há quem queira ir ainda mais longe, como é o caso de Uli Emanuele.

Wingsuit_01

Não satisfeito com as actividades acima referidas, Uli Emanuele optou por se aventurar num voo ainda mais radical, no qual atravessou um buraco numa montanha que tinha apenas cerca de 2.6 metros de largura. Escusado será dizer que a margem para erros era nula, e que assim que decidisse avançar para este alvo, a sua única opção era atravessar o buraco de forma perfeita.

Felizmente, foi o que sucedeu, e Eli pode voltar a por os pés no solo e partilhar as impressionantes imagens deste feito.

Resta relembrar que já outros aventureiros têm tentado levar os seus voos ao limites… e com desfechos menos felizes. Eu bem que compreendo o desejo de querer ir mais além e do vício da adrenalina… mas interrogo-me se realmente essa busca sem fim justificará por as suas vidas em risco. (Se bem que, acaba por ser sempre uma questão de perspectiva: morrerá mais gente atropelada todos os dias do que as mortes ocorridas por manobras radicais com wingsuits.)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *