McLaren depende de computadores obsoletos para manter o seu clássico F1

O McLaren F1 é um dos super-carros mais icónicos da história, mas o tempo não perdoa e a McLaren é actualmente forçada a manter carinhosamente alguns computadores obsoletos para poder fazer a sua manutenção.

McLaren_01

À medida que os anos vão passando (e cada vez com mais velocidade) é inevitável depararmos-nos com situações em que particulares e empresas vão ficando dependentes de computadores velhos… e nem querendo pensar no que acontecerá se esses computadores avariarem. E é o que se passa com a McLaren a respeito do seu F1.

McLaren_02

Para manter o seu F1 a McLaren depende de alguns portáteis Compaq com cerca de 20 anos de idade, por serem os únicos a poderem ter instalados uma placa especial utilizada para o programa (em MS-DOS) comunicar com os sistemas do carro. Sem estas relíquias a McLaren não teria forma de fazer o diagnóstico ao veículo… (de forma tão simples).

Mesmo assim, a McLaren reconhece que isto não poderá durar para sempre, e que está a preparar uma nova placa de interface e respectivo software, que permita comunicar com o carro a partir de computadores mais recentes – não vá dar-se o caso de um destes dias deixarem de poder contar com os velhinhos Compaq e depois terem que explicar aos seus clientes VIP com os seus McLaren F1 de colecção de que já não lhes podem fazer as revisões ou reparações necessárias. 🙂

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *