Hyundai já testa o Veloster N ETCR

A Hyundai Motorsport completou os primeiros testes em pista com o novo Veloster N ETCR, o primeiro carro de corrida eléctrico da marca.

O novo carro de corrida da marca esteve dois dias no circuito de Hungaroring perto de Budapeste, num teste sem complicações. Os dias passados no circuito – parte integrante dos calendários de WTCR e TCR Europa da FIA – permitiram aos engenheiros conhecer melhor o chassis num circuito técnico, e começar a dominar a potência do motor eléctrico montado no centro do carro para maximizar a sua performance e eficiência.

Ao conjugar a experiência já adquirida com os campeões i30 N TCR e Veloster N TCR, o objectivo é produzir mais um forte concorrente integrar a categoria ETCR no próximo ano.

Revelado no início de Setembro no Salão de Frankfurt, o Veloster N ETCR é o primeiro carro de corrida eléctrico desenvolvido pela Hyundai Motorsport. A configuração de motor central e tracção traseira também são estreias para a equipa com sede em Alzenau, na Alemanha. Com as baterias instaladas na parte inferior do design e suspensão de braço duplo, o chassis é radicalmente diferente de qualquer projecto anterior na Hyundai Motorsport, o que torna ainda mais importante cada sessão de treinos.

Espera-se que este projecto assente a base para o novo pilar da empresa enquanto expande para a esta nova tecnologia que é extremamente importante para a gama actual da Hyundai. O desenvolvimento do Veloster N ETCR também vai ajudar a marca a conduzir o desenvolvimento dos próximos carros eléctricos de alta performance.

Estes dias na Hungria foram apenas o começo de um extenso programa de testes que terá lugar nos próximos meses. Cada sistema do carro será escrutinado e aperfeiçoado durante o período de
desenvolvimento para permitir à marca uma forte entrada na grelha de partida do ETCR 2020.

O director de equipa da Hyundai Motorsport, Andrea Adamo, afirmou: “O primeiro teste de qualquer projecto é sempre uma data muito significativa, mas com o Hyundai Veloster N ETCR esta teve ainda mais importância. É o nosso primeiro carro de corrida eléctrico, e o primeiro chassis que desenvolvemos para motor central e tracção traseira. Com o i30 N TCR e o Veloster N TCR já mostramos que somos capazes de produzir carros muito bons, mas agora temos muito a aprender antes do início das corridas em 2020. Os próximos meses vão ser atribulados – temos essencialmente dois desafios; temos que aperfeiçoar o chassis, e também aprender a utilizar a energia das baterias e motor de forma eficiente. Em todo o caso, estou confiante de que com o programa de teste que temos pela frente os nossos engenheiros serão capazes de mais um carro de corrida campeão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *