Ao volante do novo SEAT Leon sem sair de casa

A realidade virtual está cada vez mais presente no mundo automóvel. Aproveitando esta tecnologia, vamos ao volante de um Leon para descobrir o seu interior e percorrer as ruas de Barcelona, sem ter de sair de casa.

“Quando se entra no novo Leon, um sentimento envolve o condutor e os outros passageiros, o de estar no centro do habitáculo”, diz David Jofré, designer de interiores da SEAT. Esse era um dos principais objectivos da equipa de design. No novo Leon, tudo se concentra em produzir um efeito acolhedor para os ocupantes. “Introduzimos novas funcionalidades de design no tablier e nas portas para criar um efeito envolvente. Esta sensação é criada pelas molduras decorativas que envolvem o tablier e continuam ao longo das portas da frente”, explica David Jofré.

Todos os elementos foram concebidos com precisão ergonómica para tornar o espaço interior mais confortável. “Nos bancos, os ombros altos e a máxima largura possível na zona superior oferecem mais conforto e protecção, ao mesmo tempo que realçam o carácter desportivo do automóvel”, diz o designer.

Superfícies lisas e uma grande área de contacto com o ocupante fazem com que caiba como uma luva, oferecendo uma sensação de segurança. Os bancos traseiros também se tornaram mais
confortáveis graças ao aumento de 50 milímetros na distância entre eixos do novo Leon, o que teve um impacto directo neste espaço. “Pode parecer que 50 milímetros não é assim tanto, mas é a
diferença entre os joelhos tocarem ou não nos bancos da frente. É muito espaço quando falamos de conforto, e foi um dos principais desafios que nos colocámos”, salienta Jaume Sala, Chefe de Design de Interiores da SEAT.

Se no exterior os faróis Full LED e a luz traseira coast-to-coast marcaram uma evolução no design do novo Leon, no interior a iluminação é também a chave para esta transformação. A luz envolve todo o painel de instrumentos e continua através das portas, aumentando o efeito de invólucro. Além disso, não é apenas decorativo. “Tem também uma série de características excepcionais, tais como indicadores da presença de motociclos a aproximarem-se pela traseira”, explica David Jofré.

Como principal protagonista do interior, o ecrã central da informação e entretenimento com um painel de 10″ apresenta um sistema de controlo por gestos que facilita muito a interacção do utilizador. “A posição elevada do ecrã no interior melhora a experiência do condutor de ter o controlo do automóvel na ponta dos dedos, seja interagindo com multimédia, controlando o clima ou os com os assistentes de condução”, diz Jaume Sala.

Outra vantagem do ecrã flutuante é que o painel de instrumentos foi descido, aumentando assim a visibilidade. Além disso, esta é a primeira vez que toda a interface de design foi criada no novo laboratório digital da SEAT. “Os departamentos de design e digital têm funcionado como um só, desde o início, para fazer sobressair o melhor de cada mundo. O objectivo era proporcionar uma experiência totalmente digital, reduzindo o mais possível os botões físicos, para que com apenas um olhar se pudesse aceder a todos os conteúdos”, explica David Jofré.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *