VW adia lançamento do ID.3 devido aos problemas de software “que não existiam”

Comprovando os rumores que surgiram ao longo dos últimos meses referentes a problemas de software, a VW vai mesmo fazer o lançamento do ID.3 em versão incompleta, com o software a ficar prometido para uma actualização a chegar lá para o final do ano.

A VW tem passado os últimos meses a garantir que iria lançar o seu eléctrico ID.3 este Verão, mas há quase meio ano que foram surgindo relatos que estava com dificuldade em finalizar o software do seu automóvel. Relatos que se foram repetindo e faziam temer que a marca germânica se aventurasse a lançar o carro “inacabado”, com o software a chegar apenas mais tarde (e para os modelos iniciais, sem sequer terem a capacidade de actualização remota, obrigando os carros a irem à oficina para ficarem com as capacidades que deveriam ter logo desde o primeiro dia).

Pois bem, esses receios confirmam-se. A VW vai tecnicamente cumprir o prometido e começar a entregar o ID.3 a partir desta semana, mas com software bastante limitado, que fez adiar o lançamento das versões mais económicas, assim como a das capacidades mais avançadas, para mais tarde – num embaraço que já levou à remoção do CEO da marca. Mesmo os modelos que forem entregues em Setembro virão sem acesso ao sistema App Connect e HUD, que só deverá ser activado no final do ano – se não houverem atrasos adicionais.

Já estamos habituados a que, em produtos com acesso a actualizações remotas, sejam lançados quase em fase beta com correcções a ficarem prometidas para actualizações futuras. Agora, parece que a VW quer replicar esse mesmo sistema nos automóveis, lançando um carro inacabado com a promessa que irá funcionar como era prometido… daqui por uns meses.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *