Rússia disparou arma anti-satélite no espaço

Os EUA e o Reino Unido estão a acusar a Rússia de ter realizado o teste de uma arma anti-satélite no espaço, que temem vir poder a ser utilizada contra os seus próprios satélites.

O teste terá sido feito por um satélite russo que oficialmente tem como missão a observação e avaliação de outros satélites russo em órbita, mas que a determinada altura terá disparado um projéctil a alta-velocidade em direcção a outro satélite russo, no entanto sem causar qualquer tipo de explosão ou nuvem de destroços. Ainda assim, e considerando que tem sido habitual a aproximação não autorizada de satélites russos aos satélites militares dos EUA, é natural a preocupação de que isto se torne numa escalada de tensões para uma verdadeira guerra espacial.

É fácil imaginar como será bastante apetecível que, em caso de guerra, se possa impedir todo o tipo de comunicações e até a capacidade de localização (como o GPS), bastando para isso destruir ou incapacitar algumas dezenas de satélites, com efeito exponencial para todas as unidades no solo, ar e mar. E infelizmente, como todas as guerras têm demonstrado, num cenário de guerra global, de pouco servirá qualquer “acordo de cavalheiros” que tenha sido feito anteriormente… já que caberá ao vencedor ditar as novas regras como muito bem entender.

Esperemos que o cenário de “guerra nas estrelas” popularizado por Ronald Reagan na década de 80 não se venha mesmo a tornar realidade, meio século mais tarde.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *