Tesla quer usar radar interno para detectar crianças esquecidas nos carros

A Tesla quer utilizar um novo tipo de sensor – um radar – no interior dos seus automóveis, para detectar crianças esquecidas.

Anualmente morrem dezenas de crianças ao serem esquecidas em automóveis sujeitos a temperaturas elevadas; um flagelo que a Tesla pretende combater com um novo sensor no interior dos seus veículos. Em vez de se limitar a apresentar um aviso ou recorrer à câmara interior já presente nos Model 3 e Model Y, a Tesla quer autorização para usar um radar.

Diz a Tesla que este radar seria mais eficaz do que uma câmara ou outro tipo de sensores convencionais, já que poderia ver através de tecidos, e até detectar micromovimentos, incluindo a respiração e batimento cardíaco. Capacidades que não só permitiriam diferenciar entre seres vivos e objectos deixados no carro, como também distinguir entre adultos, crianças, bebés e até animais.

Para além de servir para detectar crianças potencialmente esquecidas, o sistema também seria utilizado para melhorar a segurança do veículo, permitindo optimizar o disparo dos airbags em função do tamanho da pessoa em cada lugar; e também expandir as capacidades de detecção de qualquer tentativa de intrusão.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *