É tudo nosso!

Todos os dias, quando conduzimos ou circulamos a pé nas nossas estradas ou cidades, nos deparamos com situações absurdas, perigosas ou até mesmo caricatas.

No Pela Estrada Fora, e apesar de sabermos que é muito difícil (ou praticamente impossível) alterar a mentalidade do “Zé Povinho” que, cada vez mais, pensa que pode fazer tudo o que lhe apetece, sem sequer pensar nos outros, queremos dar a nossa pequena contribuição com o objectivo de denunciar o que se passa nas estradas, ruas e passeios do nosso país.

É por este motivo que no início deste novo ano nasce uma nova rúbrica no Pela Estrada Fora, intitulada “É tudo nosso!” onde vamos denunciar casos de estacionamento abusivo, exemplos de como não se deve conduzir, e alertar para perigos nas estradas de todo o país.

A participação dos leitores será essencial para o crescimento desta rúbrica, pelo que estão todos, desde já, convidados a colaborar connosco, contribuindo com fotografias e/ou vídeos que demonstrem os casos que conhecem de estacionamentos indevidos, má condução, perigos na estrada, etc.

O endereço de email etudonosso@pelaestradafora.com está disponível para receber as participações dos nossos leitores, e a acompanhar as vossas fotos/vídeos podem (e devem) enviar uma descrição do que estão a reportar, para uma mais fácil enquadramento da situação.

Para além de nos enviarem as vossas contribuições, também podem usar a app “Denúncia de Estacionamento“, disponível para Android, que permite o “envio para as autoridades respectivas das situações de estacionamento selvagem“, facilitando o trabalho das autoridades na identificação deste tipo de incumprimento.

Ficamos à espera da vossa participação e aqui fica um primeiro caso, captado há algum tempo, em plena Avenida Duque de Loulé, em Lisboa:

 

Se não há lugar de estacionamento para o Mercedes, a passagem para os peões serve perfeitamente, é uma estupidez desperdiçar um lugar tão bom para estacionar só para os peões passarem; onde já se viu tamanha desfaçatez!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *