Peugeot e Fiat unem-se e criam Stellantis

Os fabricantes automóveis continuam a agrupar-se em mega-aglomerados, e depois do grupo Renault-Nissan-Mitsubishi, é agora a vez da Fiat-Chrysler se juntar ao grupo PSA (que já integrava as marcas Peugeot, Citroën, DS, Opel e Vauxhall) para criar o grupo Stellantis.

Esta união vai agrupar um total de 14 marcas distintas, incluindo marcas como a Jeep, Alfa Romeo, Maserati, mas não resultará em diferenças visíveis para os consumidores, já que os veículos continuarão a ser produzidos e comercializados sob a respectiva marca, tal como já acontecia até aqui.

Mas, a nível corporativo, isto permite que o Stellantis se torne no 4º maior grupo mundial em termos de volume de produção, com 8 milhões de veículos produzidos em 2019, e representando 9% do mercado global de automóveis. Nas três primeiras posições fica o grupo VW, a Renault-Nissan-Mitsubishi e a Toyota.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.