Automóveis eléctricos: aliados contra a poluição

Há pouca discussão sobre os benefícios da electrificação no mundo automóvel, desde logo sobre a vantagem de os automóveis eléctricos poluírem muito menos.

Cientes disto mesmo, a electrificação faz parte dos planos actuais da Ford como uma estrada muito excitante que a marca tem pela frente. Há vários modelos híbridos disponíveis no catálogo da oval azul, além de existir já um Mustang 100% eléctrico. E os projectos futuros, do lado da Ford, continuarão a ter em mente um maior respeito pelo planeta.

Cada vez mais pessoas optam por comprar um automóvel híbrido ou eléctrico e entre os argumentos que as convenceram estão, a curto e longo prazo, a poupança na manutenção, no combustível e, claro, o estatuto menos poluente deste tipo de veículos.

Pouco a pouco, todas as marcas estão a fazer a sua parte e a Ford não foge à regra, disponibilizando já carros com tecnologia híbrida PHEV, HEV e MHEV, bem como o Ford Mustang Mach-E, a reinterpretação totalmente eléctrica do carro desportivo. E isto é apenas o começo…

Segundo a Ford, qualquer automóvel com um sistema de propulsão envolvendo um motor eléctrico é mais vantajoso em termos de economia de combustível e de emissões mais baixas de CO2 (entre outros gases nocivos) do que um veículo que utilize apenas a mecânica térmica. Isto, sem mencionar os custos da manutenção programada que são 40 a 50% mais baixos do que nos veículos com motores “normais”. Ter menos peças móveis é uma das vantagens daquele tipo de veículos…

Estes blocos “limpos” podem ser encontrados em veículos das categorias híbrido plug-in, híbrido eléctrico e micro-híbrido, bem como, obviamente, em veículos 100% eléctricos. Especificamente, na Ford, estas tecnologias estão disponíveis em modelos tão conhecidos como o Ford Kuga, Ford Puma, Ford Fiesta, Ford Mondeo… e, na realidade, em quase toda a gama.

Há quem pense que um motor eléctrico pode tornar o veículo menos potente, mas longe disso. O impulso destes carros é o seu ponto forte. Não pense que tem de desistir da tracção às quatro rodas ou que um Ford Kuga Hybrid vai ficar intimidado com uma pista nevada.

O alcance também não deve ser motivo de preocupação, pois em qualquer modelo Ford híbrido plug-in (PHEV) consegue-se ultrapassar os 40 quilómetros de condução puramente eléctrica e, no caso do Ford Mustang Mach-E, são mais de 610 quilómetros verdes.

Carregar a bateria deste tipo de carro já não é uma desvantagem: a marca oferece a Ford Wallbox para recarregar a bateria mais rapidamente em casa e está a salpicar a Europa com estações de carregamento graças à parceria com a IONITY, acção que ajudará a aumentar os mais de 100.000 pontos de carregamento que já foram espalhados pelo nosso continente.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *