Astra falha terceiro lançamento para o espaço

O terceiro lançamento de teste da Astra teve um arranque original, mas acabou por ser abortado ao fim de 2.5 minutos após o lançamento.

A Astra quer criar um sistema de lançamento de baixo custo que facilite o acesso ao espaço, mas por agora as coisas precisam de ainda mais algum desenvolvimento. O seu foguete 006 pregou um susto logo desde os momentos iniciais do lançamento, com o foguete a “patinar” lateralmente para fora da plataforma de lançamento em vez de se elevar como seria esperado. Ainda assim, o foguete conseguiu retomar o voo vertical, mas não por muito tempo: ao fim de dois minutos e meio foi detectada nova anomalia que fez com que o lançamento fosse terminado.

Este era um lançamento de teste, pelo que se destinava precisamente a detectar potenciais problemas como os que se fizeram sentir – a bordo seguia apenas uma carga simulada.

A empresa tem grandes ambições para o futuro, pretendendo criar foguetes a ritmo acelerado que possam ser transportados em contentores até ao local de lançamento, e que venham a possibilitar vários lançamentos por dia – cadência que diz ser necessária para possibilitar o objectivo de criar constelações de milhares de satélites num período de tempo reduzido, assim como lidar com a necessidade do envio de satélites de substituição, com lançamentos num curto período de tempo sem que seja necessário esperar meses.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *