Astrónomos querem ajuda do público para detectar exoplanetas

A equipa responsável pelo parque de telescópios NGTS (Next-Generation Transit Survey) quer a ajuda de todos para identificar potenciais exoplanetas.

O NGTS consiste em mais de uma dezena de telescópios robotizados que vigiam atentamente o céu nocturno em busca de planetas em sistemas solares distantes. Como esses planetas são demasiado pequenos para serem observados directamente, a técnica utilizada tem sido a de observação indirecta, procurando pela “sombra” que provocam ao passar à frente da estrela do seu sistema. Apesar de ténue, é uma diferença que os nossos telescópios e sensores conseguem medir com precisão, e é graças a esse sistema que temos conseguido detectar dezenas de exoplanetas.

O problema é que os dados nem sempre (quase nunca) são tão explícitos quanto se desejaria, e daí esta campanha de Procura de Planetas em que é pedida a ajuda do público.

Depois de uma curta introdução a explicar o que é pretendido, os participantes poderão ver gráficos de luminosidade para tentarem separar aqueles que poderão ser potenciais exoplanetas e aqueles que serão provocados por outros fenómenos. E não precisam ter muito medo de errar, pois os resultados são validados por várias pessoas antes de obterem uma classificação final. Aliás, o mais importante nesta campanha será descartar aqueles que não poderão ser exoplanetas, para reduzir a quantidade daqueles que terão que ser verificados mais em detalhe.

É um trabalho inglório e repetitivo… mas é essa a vida de um astrónomo, e que faz com que tenha um sabor especial quando realmente se faz uma descoberta especial.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *