Toyota assinala 50 anos de produção europeia

Há 50 anos, nascia a Fábrica de Ovar, a primeira da marca Toyota na Europa, a pedra angular da história de sucesso da marca na Europa.

Em 1971, a Toyota estabeleceu com a Salvador Caetano o início da produção no velho continente e hoje, meio século depois, a Toyota já investiu mais de 10 mil milhões de euros nas suas unidades de produção em toda a Europa e tem agora uma significativa pegada industrial em todo o continente.

Fiel à sua filosofia de “construir onde se vende”, a Toyota abriu fábricas de motores e automóveis no Reino Unido no início dos anos 90 e desde então expandiu-se para França, Turquia, República Checa, Polónia e Rússia, num total de nove locais. As suas operações de produção europeias têm um volume acumulado de mais de 13 milhões de veículos, empregando directamente cerca de 22.000 pessoas e fornece negócio no valor de mais de 6 mil milhões de euros a uma rede de cerca de 400 fornecedores europeus.

Ao longo deste tempo, a Toyota sempre se esforçou por ser um empregador socialmente responsável, trabalhando em estreita colaboração com as comunidades locais onde opera.

Todos os modelos europeus mais vendidos da Toyota – AYGO, Yaris, Corolla, C-HR e RAV4 – são construídos na Europa. A produção global expandiu-se para aproximadamente 800.000 unidades por ano, impulsionada pelo recente lançamento do Yaris Cross. A Toyota foi uma das primeiras empresas a produzir veículos electrificados na Europa quando o Auris Hybrid saiu da linha de produção em TMUK, em 2010. Actualmente, cerca de 59% do volume total europeu de todos os veículos vendidos pela Toyota e Lexus na Europa são híbridos, a maioria produzida na Europa por europeus.

Estamos orgulhosos de ter passado este marco de 50 anos de produção na Europa. O facto de mais de dois em cada três veículos que vendemos na Europa serem construídos aqui, representa uma contribuição significativa em termos de emprego directo. Além disso, estamos a reduzir o nosso impacto ambiental ao produzir localmente um elevado volume de veículos electrificados, o que nos permite atingir consistentemente os objectivos da nossa frota de CO2 da UE“, referiu Marvin Cooke, Vice-Presidente Executivo da Toyota Motor Europe.

Mais informações sobre a Fábrica de Ovar e a sua história podem ser consultadas aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *