Renault Zoe e Dacia Spring EV recebem 0 e 1 estrelas nos crash-tests NCAP

O Renault Zoe e Dacia Spring EV, dois dos mais económicos carros eléctricos no mercado, receberam pontuações abismais nos crash tests Euro NCAP.

Em destaque pela negativa está o Renault Zoe, que conseguiu a proeza de ser o terceiro carro testado a obter zero estrelas. Uma situação que se torna mais marcante quando se considera que, há 20 anos, a Renault foi também a primeira marca a conseguir obter 5 estrelas com o Laguna.

O Zoe tinha conseguido 5 estrelas quando foi lançado em 2013, mas as exigências aumentadas dos testes Euro NCAP, a par de algumas alterações efectuadas no Zoe – como a substituição do airbag lateral por um integrado no banco, que não protege os ocupantes de forma tão eficiente – ditaram este enorme tombo. Os responsáveis da Euro NCAP dizem que, mesmo que tivesse o airbag antigo, a pontuação passaria, quando muito, para uma estrela.

Do lado da Renault, a opção é de tentar desvalorizar a situação, reafirmando que o carro é tão ou mais seguro como era dantes, e que a “culpa” é dos requisitos bastante mais exigentes dos testes Euro NCAP actuais.

Também o Dacia Spring EV, que tem feito furor por ter um preço ridiculamente baixo se ficou por uma única estrela nestes testes. A principal crítica, para além da fraca protecção dos ocupantes, foi para a ausência de sistemas de prevenção activos anti-colisões, que ajudassem a evitar ou minimizar as mesmas.

Mas há também marcas que tiveram motivos para celebrar, com diversos modelos que conseguiram obter 5 estrelas: BMW iX, Mercedes-Benz EQS, Nissan Qashqai, Skoda Fabia e Volkswagen Caddy. Esperemos que com estes casos, as marcas possam fazer os ajustes necessários para que também as gamas mais económicas possam assegurar um nível “5 estrelas” de protecção para os ocupantes.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *