Sonda InSight prestes a ficar sem energia em Marte

A sonda InSight da NASA começa a ter dificuldade em manter o funcionamento, devido ao pó acumulado nos seus painéis solares.

A InSight detectou recentemente o maior “terramoto” em Marte, com uma escala cinco vezes maior que todos os abanões marcianos, mas o seu registo da actividade no planeta vermelho está com os dias contados.

Dependendo exclusivamente dos seus painéis solares para funcionar, a sonda chegou a Marte com capacidade para gerar 5.000 Wh por cada dia em Marte; mas actualmente, devido à acumulação de pó sobre os painéis, esse valor reduziu-se para os 500 Wh, e continuará a reduzir-se, dia após dia. Por agora a NASA diz que ainda é possível manter o sismómetro e câmara a tempo inteiro, durante mais algumas semanas, e que depois disso reduzirá o tempo de funcionamento para meio dia, para pouparem energia. Mas, infelizmente estimam que a partir de Julho já não haja energia suficiente para manter os equipamentos em funcionamento, e que eventualmente nem sequer terá energia para suportar as comunicações.

Relembre-se que a InSight, à semelhança de outras sondas e rovers, já superou em muito o tempo planeado de funcionamento. A sonda tinha como objectivo funcionar durante dois anos, e tem estado a funcionar há quase o dobro do tempo. Mas, a não ser que sofra um golpe de sorte, com um dos “mini-tornados” marcianos a soprar o pó que se acumula sobre os seus painéis solares, não há grandes expectativas para que a InSight sobreviva por muito mais tempo.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *