Primeiro voo de helicóptero exclusivamente com combustível de aviação sustentável

O Airbus H225 realizou o seu primeiro voo com combustível de aviação 100% sustentável (SAF – sustainable aviation fuel), que alimentaram dois motores Makila 2 da Safran.

Este voo, que segue o voo de um H225 com apenas um motor Makila 3 alimentado por SAF em Novembro de 2021, faz parte de uma campanha de voo, que tem por objectivo compreender o impacto do uso de SAF nos sistemas dos helicópteros. A continuidade da testagem está prevista noutros tipos de helicópteros com diferentes tipos de combustível e motores, de forma a certificar o uso de 100%SAF até 2030.

Um dos principais benefícios da utilização deste novo combustível é que permite que a aeronave minimize a sua pegada de carbono mantendo o mesmo desempenho de voo.

De acordo com o relatório Waypoint 2050, o uso de SAF na aviação poderia representar uma de redução de CO2 entre 50 a 70%, necessária para alcançar as emissões líquidas de carbono até 2050 no sector de transporte aéreo. Embora a produção de SAF represente actualmente apenas 0,1% da produção total de combustível de aviação, é esperado que este número aumente drasticamente nos próximos anos para atender à crescente exigência por operadores e aos próximos passos de uso de SAF.

Em Junho de 2021, a Airbus Helicopters lançou o SAF User Group que tem como objectivo reunir todos os stakeholders para trabalhar em conjunto e solucionar a aceleração do uso de querosene SAF misturado, e preparar o caminho para voos com 100% SAF em futuras rotas. Aviões e helicópteros da Airbus são certificados para voar com uma mistura até 50% de SAF, sendo o objectivo da Airbus obter a certificação de 100% de SAF até 2030 para as suas aeronaves comerciais e helicópteros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.