Diesel de seis cilindros em linha com ultra-baixas emissões para o novo Mazda CX-60

Na sequência do recente lançamento do novo Mazda CX-60 PHEV, a Mazda anuncia que também irá disponibilizar um potente, limpo e eficiente novo motor diesel e-Skyactiv D.

Esta nova motorização diesel é uma estreia da Mazda, um bloco e-Skyactiv D de 3,3 litros, de seis cilindros em linha que integra uma altamente inovadora e avançada tecnologia de combustão, tornando a nova unidade e-Skyactiv D num dos diesel mais limpos do mundo. A Mazda está confiante de que irá exceder todos os futuros regulamentos de emissões, que venham a entrar em vigor.

Desenvolvido utilizando o conceito de “dimensão certa”, em que se optimiza a cilindrada para melhorar tanto a eficiência ao nível dos consumos como a eficiência energética, esta totalmente nova unidade térmica de seis cilindros e-Skyactiv D, instalada longitudinalmente, chegará ao mercado com dois níveis de potência: 200 cv/147 kW nas variantes de tracção às rodas traseiras e 254 cv/187 kW, se equipadas com o sistema de tracção integral Mazda i-Activ AWD.

Dotado do novo sistema Mazda M Hybrid Boost de 48 Volts, o novo motor diesel combina uma elevada potência com excelentes valores de consumos. Uma avançada e altamente inovadora tecnologia de combustão denominada DCPCI (Distribution-Controlled Partially Premixed Compression Ignition) melhora, ainda mais, a eficiência do motor, as emissões e aos consumos de combustível, alcançando uma eficiência térmica superior a 40%. Estas duas tecnologias contribuem, de modo muito significativo, para a excelente autonomia do Mazda CX-60, para uma forte sensação de condução e para os baixos consumos e emissões.

Com 254 cv/187 kW, o bloco e-Skyactiv D garante uma impressionante performance, cumprindo os 0 aos 100 km/h em 7,4 segundos, atingindo uma velocidade máxima de 219 km/h e gerando um consumo médio de combustível de 5,3 l/100 km e emissões de CO2 de 137 g/km (valores WLTP); na variante de 200 cv/147 kW, o consumo médio de combustível é de 4,9 l/100 km e as emissões de CO2 de 127 g/km (valores WLTP).

O formato de seis cilindros em linha gera uma menor vibração devido ao seu característico “equilíbrio perfeito”, garantindo viagens suaves e tranquilas, ao mesmo tempo que proporciona uma sonoridade do motor limpa e envolvente. A elevada entrega de binário confere ao CX-60 uma elevada capacidade de reboque, de 2.500 kg, e em resultado da sua estrutura simples, o peso do bloco é semelhante ao de uma unidade de quatro cilindros diesel Mazda Skyactiv, de 2,2 litros, minimizando-se, assim, a diferença no equilíbrio em termos de maneabilidade.

Com a versão e-Skyactiv PHEV já disponível em regime de pré-encomenda na maioria dos mercados europeus, será em Janeiro de 2023 que o novo Mazda CX-60 e-Skyactiv D iniciará a sua comercialização. Em Portugal o preço de referência deverá rondará os € 62.500.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *