Stellantis investe no maior projecto geotérmico de lítio do mundo

A Stellantis e a Controlled Thermal Resources Holdings Inc. (CTR) anunciaram um grande investimento de mais de 100 milhões de dólares da Stellantis para avançar com o desenvolvimento do projecto Hell’s Kitchen da CTR, o maior projecto geotérmico de lítio do mundo com uma capacidade total de recursos para produzir até 300.000 toneladas métricas de carbonato de lítio equivalente por ano.

O lítio produzido em Hell’s Kitchen apoiará a elegibilidade dos veículos BEV da Stellantis para incentivos ao consumidor, ao abrigo do U.S. Inflation Reduction Act (IRA). Além disso, as empresas ampliaram o acordo de fornecimento inicial, que agora prevê que a CTR forneça até 65.000 toneladas métricas de hidróxido de lítio monoidratado para baterias (LHM) por ano durante um período de 10 anos. Este novo acordo incorpora o acordo original de fornecimento de lítio assinado em Junho de 2022, que previa até 25.000 toneladas métricas de LHM por ano.

O projeto Hell’s Kitchen da CTR no Condado Imperial da Califórnia irá recuperar lítio de fontes geotérmicas usando energia renovável e vapor para produzir produtos de lítio para baterias verdadeiramente ecológicas através de um processo totalmente integrado. Isto elimina a necessidade de tanques de evaporação, minas a céu aberto e processamento de lítio alimentado por combustíveis fósseis.

Como parte do plano estratégico Dare Forward 2030, a Stellantis anunciou planos para alcançar 100% de vendas BEV nos automóveis de passageiros na Europa e 50% de vendas BEV nos automóveis de passageiros e veículos comerciais ligeiros nos Estados Unidos até 2030. Para atingir estes objectivos de vendas, a empresa está a garantir aproximadamente 400 GWh de capacidade de baterias, apoiada por seis fábricas de baterias na América do Norte e na Europa. A Stellantis está no caminho certo para se tornar uma empresa de zero emissões líquidas de carbono até 2038, incluindo todas as áreas da empresa, com uma compensação percentual de um dígito das restantes emissões.

A CTR deverá iniciar o fornecimento de hidróxido de lítio monoidratado para baterias à Stellantis em 2027. A empresa espera criar 480 empregos na produção, através de contratos de trabalho abrangentes para o projecto, e mais de 940 empregos directos no projecto quando o recurso estiver totalmente desenvolvido.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *