Novo Opel Corsa pela primeira vez com propulsão híbrida de 48V

A Opel propõe, pela primeira vez, o novo Corsa com tecnologia híbrida de 48 Volts.

O sistema inclui uma bateria de iões de lítio que é recarregada automaticamente em determinadas condições de condução e novos motores a gasolina de 1,2 litros e três cilindros com 74 kW/100 cv e 100 kW/136 cv, especialmente desenvolvidos para a aplicação híbrida. Os motores estão acoplados a uma nova transmissão electrificada de dupla embraiagem de seis velocidades e a um motor eléctrico de 21 kW/28 cv.

Em condução diária, numa combinação de estradas urbanas e rurais, o motor a gasolina e o motor eléctrico do Opel Corsa Hybrid funcionam em conjunto ou separadamente para optimizar o consumo de energia e a performance. O sistema oferece vantagens sobretudo no trânsito citadino.

O motor eléctrico também permite que o Opel Corsa seja conduzido de forma totalmente eléctrica em distâncias de até um quilómetro em condições de reduzidas necessidades de binário (por exemplo, em manobras ou a menos de 30 km/h no trânsito citadino) e auxilia o motor a gasolina em aceleração, por exemplo, no arranque a partir de uma imobilização.
Durante a desaceleração, o motor a gasolina desliga-se e o motor eléctrico actua como um gerador para recarregar a bateria de 48V do sistema híbrido. A bateria também armazena a energia recuperada pelo sistema de travagem regenerativa.

O novo Opel Corsa com o sistema híbrido de 48V é perfeito para os clientes que conduzem principalmente em cidades e zonas suburbanas. A tecnologia de ponta é acessível e fácil de utilizar; também irá agradar aos clientes que queiram experimentar a diversão de conduzir electricamente pela primeira vez, sem necessidade de carregamento da rede. A tecnologia híbrida compacta de 48V inclui:

  • Uma nova geração de motores a gasolina de três cilindros e 1,2 litros, especialmente desenvolvidos para a utilização em híbridos e para cumprir a norma de emissões Euro 6.4. Tanto o motor de 74 kW/100 cv como o de 100 kW/136 cv atingem o pico de potência às 5.500 rpm e desenvolvem um binário máximo de 205 Nm e 230 Nm, respectivamente, às 1.750 rpm. Para uma eficiência ideal, os novos motores funcionam no ciclo de combustão Miller. Este ciclo termodinâmico é possibilitado pelo turbocompressor de geometria variável, o qual melhora o
    desempenho a baixas rotações, e pela abertura variável das válvulas.
  • Uma nova transmissão de dupla embraiagem, electrificada, de seis velocidades, que também foi concebida especialmente para aplicações híbridas. As passagens de caixa sem interrupção do binário são mais curtas e o conforto de utilização é superior. O bloco da transmissão aloja igualmente o motor eléctrico, o inversor de corrente contínua e a ECU (Unidade de Controlo do Motor), optimizando o volume e o peso da unidade de tracção e assegurando um excelente desempenho de condução.
  • Um motor eléctrico síncrono de ímanes permanentes, integrado na caixa de velocidades, produz uma potência de pico de 21 kW/28 cv e um binário máximo de 55 Nm.
  • Um motor de arranque accionado por correia que – em combinação com o motor eléctrico – coloca o motor a gasolina em funcionamento a frio. O motor de arranque por correia também reinicia o motor rápida e silenciosamente durante a condução.
  • Uma bateria de iões de lítio de 48V com uma capacidade útil de 432 Wh, instalada sob o banco dianteiro esquerdo. Esta localização não só permite uma distribuição óptima do peso para uma boa dinâmica de condução, como também permite conservar todo o volume do porta-bagagens.
  • Duas redes eléctricas. Uma rede de 12V de baixa tensão que alimenta o equipamento do automóvel (por exemplo: vidros eléctricos e sistema de infoentretenimento); e uma rede de 48V para alimentar o sistema híbrido.

Com a propulsão híbrida de 48V, o novo Opel Corsa oferece uma vasta gama de grupos propulsores que abrange desde os puramente eléctricos a bateria, passando pelos híbridos, até aos motores de combustão altamente eficientes, uma oferta que não tem rival no segmento dos automóveis utilitários. A tecnologia também dá um novo impulso à ofensiva de electrificação em curso da Opel, através da qual a marca com o Blitz oferecerá pelo menos um modelo eléctrico a bateria em cada linha de modelo até ao final de 2024. A partir de 2025, todos os novos modelos Opel serão totalmente eléctricos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *