Rómulo Branco quer subir ao pódio na Baja Portalegre

O piloto luso-angolano Rómulo Branco vai participar de 30 de Outubro a 1 de Novembro na Baja 500 Portalegre, a derradeira jornada da Taça do Mundo de Todo-o-Terreno e também do Campeonato de Portugal da modalidade.

RB_01

A Baja 500 Portalegre é uma prova mítica, a mais antiga competição portuguesa da modalidade, que se realiza ininterruptamente desde 1987. Para Rómulo Branco, que se irá apresentar aos comandos de uma Toyota Hilux e acompanhado pelo seu habitual navegador João Serôdio, esta será uma jornada extremamente importante. No ano em que se estreou aos comandos de uma máquina da classe rainha do TT e a disputar corridas onde participava pela primeira vez, Rómulo Branco subiu ao pódio em quatro das cinco corridas já disputadas, pelo que quererá seguramente voltar a fazê-lo em Portalegre.

Mas a Baja 500 Portalegre marca também o regresso de Rómulo Branco a uma etapa Mundial de TT. No ano passado o piloto luso angolano discutiu, na prova alentejana, o título mundial T2, de onde saiu com o título de vice-campeão. Este ano, foi na prova italiana de abertura do mundial que Rómulo Branco se estreou aos comandos da sua nova máquina, a Toyota Hilux, com a qual arrancou, na altura, um lugar no Top 10. Uma prestação excelente tendo em conta a enorme diferença entre pilotar uma máquina T2, muito próxima de um TT de série e um T1, um todo-o-terreno concebido para competição.

RB_02

A Baja 500 Portalegre inicia-se na 5ª feira, dia 30 de Outubro com as verificações documentais e técnicas. No dia seguinte terá lugar a primeira etapa, com a realização da super especial prólogo. No Sábado, dia 1 de Novembro, os concorrentes irão enfrentar uma etapa com partida e chegada a Portalegre, composta por dois troços cronometrados distintos com 200,41 e 212,61 quilómetros, respectivamente.

Mais informações sobre a prova em www.bajaportalegre500.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *