Uma bicicleta que se tem que desaprender para guiar

Aprender a andar de bicicleta é um desafio que (quase) todos sentem enorme satisfação ao superar. Mas a velha máxima de que andar de bicicleta é algo que nunca se esquece pode por vezes ser contraproducente, como é exemplificado já a seguir, numa bicicleta que ninguém parece conseguir guiar.

Backwards_Bike_01

Para avaliar de que forma o nosso cérebro lida com estas aprendizagens, nada como uma pequena experiência: uma bicicleta onde o guiador funciona ao contrário; ao se virar para a esquerda a roda gira para a direita e vice-versa. A questão é que mesmo estando-se perfeitamente consciente deste facto, é praticamente impossível conduzir esta bicicleta por mais que alguns centímetros sem dar um valente tombo. Uma situação que na verdade se poderá equiparar a “saber” como se deve andar de bicicleta, mas realmente conseguir andar-se numa.

Tal como acontece com uma bicicleta normal, é necessário um processo de aprendizagem que treine o nosso cérebro para aprender a manobras estes controlos invertidos (e onde nenhuma teoria substitui o treino efectivo).

… E por fim, quando finalmente já se consegue dominar minimamente esta bicicleta invertida… temos o problema caricato de ter “desaprendido” andar numa bicicleta normal, pelo menos até que o nosso cérebro lá se sintonize novamente para ter as reacções correctas. 🙂

 

[youtube https://youtu.be/MFzDaBzBlL0]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *