Top Gear de Chris Evans já perdeu metade dos espectadores

Já se sabia que não seria fácil fazer um “reboot” ao Top Gear sem o trio de apresentadores que ao longo dos últimos anos serviram de rosto e alma do programa, e a nova versão com Chris Evans e Matt LeBlanc não parece estar a cativar os espectadores, tendo já perdido cerca de metade dos espectadores desde o primeiro episódio.

TopGearChrisEvansMattLeBlanc

No episódio da semana passada, o número de espectadores foi de apenas 2,37 milhões, quase metade dos 4,4 milhões que assistiram ao episódio de estreia, e confirmando a tendência de descida preocupante (o episódio anterior tinha tido 2,8 milhões de espectadores.)

Embora a fórmula continue a ser exactamente a mesma de sempre, nem Chris Evans nem Matt LeBlanc conseguiram ainda demonstrar um carisma capaz de cativar os fãs do programa. Tecnicamente estamos a ver o Top Gear, mas emocionalmente falta “algo”. Ao menos já promoveram Chris Harris do programa dos bastidores para os testes de automóveis no programa principal, e esse é um dos poucos pontos altos que o novo Top Gear tem tido (mas valia terem deixado a parte dos automóveis exclusivamente a seu cargo.)

Mesmo os habituais “especiais” que o programa nos apresenta – que neste episódio foi com Ken Block a levar Matt LeBlanc numa viagem em drift pelas ruas de Londres, que gerou alguma polémica por passar perto de um memorial dedicado ao fim da 1ª Guerra Mundial e que alguns consideraram uma falta de respeito – acabam por parecer injectados no programa “à pressão”, sem qualquer enquadramento ou tónica que os torne especiais.

Vamos lá ver como as coisas correm ao longo dos próximos episódios… e se os novos apresentadores conseguem inverter esta tendência – coisa que será mais complicada de fazer quando o trio de ex-apresentadores nos trouxer o seu novo Grand Tour.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *