A5 recebe o primeiro radar do Sistema Nacional de Controlo de Velocidade

O primeiro radar do Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (SINCRO) foi instalado esta quarta-feira na A5, entre Lisboa e Cascais e no primeiro dia registou 50 infracções aos limites de velocidade.

Radar_01

O novo sistema SINCRO será composto por uma rede de 30 radares automáticos, distribuídos por 50 locais considerados perigosos e funcionam sem qualquer intervenção humana, por isso, quem for apanhado em excesso de velocidade por um destes aparelhos não terá qualquer hipótese: vai receber em casa um auto de contraordenação, com a respectiva fotografia da viatura e da matrícula e com o certificado do radar.

Os locais exactos dos radares serão uma incógnita, porque os aparelhos vão rodar entre as 50 localizações possíveis, sendo impossível detectar onde estão em cada momento.

Esta rede de radares estará a funcionar em pleno em Janeiro de 2017, com os 30 radares, 15 dos quais vão ser instalados até ao final de Setembro deste ano. O sistema SINCRO vai custar ao Estado 3,19 milhões de euros.

Para ajudar os nossos leitores a tentarem evitar “surpresas desagradáveis”, aqui fica um mapa interactivo disponibilizado pela Renascença com as 50 possíveis localizações dos radares.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *