Carrinha “autónoma” tinha condutor escondido no banco

Já não deverá faltar muito para que se considere normal ver um automóvel a circular sem condutor, mas até lá, ver uma carrinha a circular sozinha ainda atrai as atenções… mesmo quando se trata de um falso veículo autónomo.

Se ver uma carrinha a circular sem condutor nos EUA poderia ser automaticamente interpretado como um teste de veículos autónomos, desta vez o objectivo era mesmo avaliar a reacção das pessoas a esta transformação como lidamos com os veículos – já que o suposto veículo autónomo afinal tinha um condutor disfarçado no banco do condutor.

O mais curioso é que este sistema não é propriamente novidade…

Na década de 80, a mítica série Knight Rider usava precisamente a mesma técnica para dar vida ao mais popular automóvel autónomo de todos os tempos: o KITT.

Sim, para quem não souber como se processava a “magia” desta série, ou que assumia que o famoso Pontiac Trans Am tivesse sido equipado com um complexo sistema de controlo remoto à escala real, a verdade é que a solução encontrada pelos criadores da série era bem mais simples – e facilmente detectada por um olhar mais atento que reparasse que, sempre que o KITT aparecia a circular sozinho, o banco do condutor misteriosamente se tornava bem mais volumoso que o habitual…

Pois é… o nosso adorado KITT era meramente conduzido por uma pessoa “enfiada” dentro do banco. 🙂

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *