Hayabusa2 apanha amostras de asteróide

A sonda japonesa Hayabusa2 completou com sucesso a complicada operação de recolher amostras do asteróide Ryugu que, se tudo correr bem, irá trazer de volta à Terra.

Devido à reduzida gravidade no asteróide, todas as operações se tornam mais complicadas. Neste caso, o método utilizado consistiu em disparar um projéctil com o intuito de fazer levantar uma nuvem de detritos que pudessem ser recolhidos pela sonda – que, como se pode ver no vídeo que se segue, foi bem sucedido.

Ainda assim, o trabalho não terminou para a Hayabusa2. No próximo mês de Abril irá criar uma cratera artificial para tentar perceber melhor a composição do asteróide, podendo aterrar nela alguns meses mais tarde para a analisar mais de perto. E no final do Verão, irá lançar o seu último rover que também tentará explorar um pouco mais da superfície do asteróide.

Só no final do ano é que a Hayabusa2 dará início à sua viagem de regresso à Terra, tendo a chegada prevista para o final de 2020.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *