Tesla aumenta preço do modo de condução autónoma total

Indiferente ao facto de, até à data, ainda não ter disponibilizado o modo de condução autónoma total, a Tesla avança com o aumento de preço dessa opção.

O aumento de preço da opção de condução autónoma total não é uma surpresa, já que Elon Musk tinha referido isso na apresentação do seu novo hardware 3.0 do Autopilot – o tal que, finalmente, deverá permitir implementar essa capacidade, e cuja demonstração é bastante impressionante.

Segundo Elon Musk, a capacidade de condução autónoma total é algo que deverá ser mais valorizado do que todo o resto do carro, e por isso acha que deverá ir tendo um peso cada vez maior no preço do veículo (já que, teoricamente, isso permitirá que o carro vá “trabalhar” e render dinheiro para o dono).

Em Portugal, o preço desta opção passa a ser de 6.500 euros (no início do ano custava 5.400 euros), mantendo o preço de 7.500 euros para quem a desejar activar posteriormente – de referir que o modo Autopilot “base”, que anteriormente era opção, passou a estar incluído de origem no início deste ano.

Se por um lado compreendo a lógica de Elon Musk (e até concordo com ela), por outro lado não posso deixar de ficar algo reticente por se estar a pagar por algo que, realisticamente, será muito pouco provável de estar a funcionar “completamente” (modo 100% autónomo) nas nossas estradas nos próximos anos. Mas agora com esta ameaça de que o preço irá ser progressivamente inflacionado… terá que se fazer bem as contas, senão acaba-se por pagar 10 mil euros, ou mais, daqui por alguns anos, por algo que neste momento ainda se podia comprar por 6.500 euros.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *