Hyundai lança primeiro automóvel com sistema de carregamento solar

A Hyundai lança o primeiro modelo com um sistema de carregamento solar incorporado no tejadilho da viatura.

Esta nova tecnologia vai fornecer às viaturas a energia eléctrica adicional, além de aumentar a eficiência de combustível e o alcance na condução.

O sistema de carregamento solar através do tejadilho da Hyundai vai ser apresentado no Novo Hyundai Sonata Hybrid. Este sistema suporta a fonte de energia eléctrica da viatura, melhora a eficiência de combustível e reduz as emissões de CO2. Futuramente, a Hyundai irá estender a tecnologia aos restantes modelos da sua gama.

Esta é a mais recente aplicação de uma solução inteligente desenvolvida pela Hyundai, permitindo à indústria da mobilidade aproximar-se de um futuro ainda mais sustentável.

O sistema de carregamento solar inclui uma estrutura de painéis solares de silício, colocados no tejadilho da viatura. Esta tecnologia permite que 30% a 60% da bateria da viatura seja carregada, através da energia solar, mesmo durante a condução. Com 6 horas de carga diária, prevê-se que aumente a distância da viagem dos condutores em mais de 1.300 kms, anualmente.

O sistema é composto por um painel solar e um controlador. A electricidade é gerada quando a energia solar activa a superfície do painel, convertendo então esta energia através da utilização de fotões de luz provenientes do sol. Ao entrarem em contacto com os painéis, os fotões transferem a sua energia para os electrões presentes nos átomos de silício forçando a sua deslocação. Este fenómeno denomina-se “efeito fotovoltaico”. A electricidade gerada por este processo é convertida na voltagem de padrão pelo controlador, depois da bateria ser armazenada. A Hyundai teve em consideração não apenas a eficiência nas também o design, enquanto desenvolvia o sistema de carregamento solar.

O sistema de carregamento solar através do tejadilho actualmente desempenha apenas um papel de apoio, e deixa em aberto a possibilidade de futuramente, as viaturas não precisarem de combustíveis fósseis para se movimentarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *