Bridgestone revela sistema de monitorização de danos dos pneus

Depois dos sistemas de monitorização da pressão de ar nos pneus, a Bridgestone quer dar um passo em frente e monitorizar a existência de danos que, até ao momento, não dão qualquer sinal de alerta aos condutores.

Os pneus são um dos elementos mais críticos para a segurança dos automóveis, e também dos que ficam mais sujeitos a desgaste e danos durante a circulação. Não é por isso surpresa que sejam responsáveis por quase um terço dos acidentes automóveis causados por falhas técnicas, e onde todo e qualquer sinal de alerta atempado seria de importância extrema.

Os sistemas de controlo da pressão de ar nos pneus são obrigatórios em todos os carros desde 2012, mas há toda uma série de danos que podem passar despercebidos, causados por coisas como buracos, objectos nas estradas, ou deformações causadas por impactos com passeios, etc. E é precisamente para resolver isso que a Bridgestone desenvolveu, em parceria com a Microsoft, este novo Sistema de Monitorização de Danos nos Pneus.

A parte mais interessante deste sistema que fornece informação em tempo real sobre o estados dos pneus é que não está dependente da instalação de sensores adicionais ou da utilização de compostos especiais nos pneus. Os dados são recolhidos pelos sensores já existentes no automóvel para efeito de coisas com o controlo de estabilidade e ABS, mas sendo agora utilizados para analisar vibrações anómalas dos pneus que podem denunciar os danos – assim como as condições do próprio pavimento.

No futuro, um carro ao passar por um buraco na estrada poderá sinalizar aos outros veículos para terem cuidado adicional, ou fornecer dados para um sistema central que possa alertar automaticamente as entidades apropriadas para que reparem a estrada.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *