Airbus testa tecnologia “fria” para aumentar a descarbonização

A Airbus lançou o “Advanced Superconducting and Cryogenic Experimental powertrain Demonstrator” (ASCEND) para explorar o impacto de materiais supercondutores e de temperaturas criogénicas no desempenho dos sistemas de propulsão eléctrica de uma aeronave.

A utilização de materiais supercondutores pode reduzir a resistência eléctrica, o que significa que a corrente eléctrica pode fornecer potência sem perda de energia. Quando associados a hidrogénio líquido a temperaturas criogénicas (-253 graus Celsius) os sistemas eléctricos podem ser arrefecidos com o objectivo de aumentar significativamente o desempenho do sistema de propulsão eléctrica global.

A Airbus utilizará o ASCEND para explorar a viabilidade destas tecnologias promissoras, a fim de optimizar a arquitectura de propulsão pronta para voos de baixa emissão e emissão zero. Espera-se que os resultados mostrem o potencial de redução pelo menos pela metade do peso dos componentes e das perdas eléctricas, já que o volume e a complexidade da instalação dos sistemas são reduzidos, bem como existe uma redução na voltagem para menos 500V, em comparação com os sistemas actuais.

O ASCEND avaliará arquiteturas eléctricas que vão de várias centenas de quilowatts a aplicações multi-megawatts com e sem hidrogénio líquido a bordo.

A Airbus irá conceber e construir o demonstrador nos próximos três anos nas suas instalações de sistemas de E-aeronaves. Soluções que poderão ser adaptadas a motores turbo propulsores, turbo hélice e hélice híbrido serão testadas e avaliadas até o final de 2023, o que apoiará o processo de tomada de decisão da Airbus para o tipo de arquitectura do sistema de propulsão necessário para futuras aeronaves. Espera-se também que o ASCEND apoie melhorias de desempenho em sistemas de propulsão existentes e futuros em todo o portfólio da Airbus, incluindo helicópteros, eVTOLs, bem como em aviões para viagens curtas e para os de corredor único.

O demonstrador está alojado na Airbus Upnext, uma subsidiária da Airbus criada para dar às tecnologias futuras um desenvolvimento acelerado através da construção de demonstradores em velocidade e escala, e que ajuda a avaliar, amadurecer e validar novos produtos e serviços que englobam avanços tecnológicos radicais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *