BMW Driving Experience 2013

A BMW proporcionou mais um bom evento “Driving Experience” e o Pela Estrada Fora esteve presente através do Paulo Dias, que nos conta como decorreu.

No passado dia 28 de Junho, decorreu mais um interessante evento promovido pela BMW, denominado “BMW Driving Experience 2013” no Autódromo do Estoril, com a realização de inúmeros eventos e provas bastante interessantes tanto do ponto de vista de conhecimentos como apenas do conhecer de novos produtos, entre os quais a exclusiva apresentação do novo Série 4 (sim, é mesmo 4, o 1º desta série), ao qual a equipa do Pela Estrada Fora teve o prazer e o privilégio de ter acesso.

Autódromo Estoril

Autódromo Estoril

Este evento teve inicio pelas 9h, onde era possível ter acesso a inúmeras actividades opcionais, além de um programa “obrigatório” e diga-se muito apetecível.

O programa “obrigatório” foi constituído por:

Briefing

A apresentação de todos os eventos disponíveis, apresentação genéricas e breves de novas tecnologias e técnicas de condução (desportiva ou não).

Prova Deslizante

Com um veiculo da Serie 1, era efectuada uma aceleração até esgotar a 2ª mudança seguida de uma curva de 180º num piso molhado, inicialmente sem ajudas electrónicas e posteriormente com as respectivas já ligadas/activadas, sendo assim possivel comprovar, o bom efeito das mesmas e a real ajuda, facilidade e segurança que as mesmas representam.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=4qmAJhqZej8&autoplay=0]

Rat Race

Esta prova consistia de um pequeno circuito, muito sinuoso em jeito de slalom, com o objectivo de verificar a estabilidade e comportamento em ambiente mais sinuoso onde o trabalho de condução é mais exigente.

[youtube http://youtu.be/nSmnyvo6FpA]

Teste Comparativo

Esta prova servia para efectuar uma comparação entre veículos similares nas suas prestações e comportamento, foram utilizados e comparados em 2 tipos de provas o BMW série 1, Mercedes Classe A, Audi A3, nas suas versões mais “vitaminadas”,

O teste era feito através da aceleração a fundo até esgotar a 2ª mudança (~80km), seguida de travagem e desvio de um objecto, o espaço para esta paragem e desvio era inferior a 10 metros, prova esta que todos surpreendentemente cumpriram com similar sucesso e onde é possivel observar que actualmente as novas tecnologias e ajudas electrónicas são essenciais.

Obviamente, ajuda sempre ter um bom conjunto de pneus, pois a ligação ao solo sendo fundamental para todos os veículos é muitas vezes ignorada pelos condutores, de referir que todo este evento foi efectuado com pneus Michelin.

A 2ª prova consistia no já conhecido “Teste do Alce”, onde é necessário contornar uma série de pinos na melhor velocidade possível, neste caso este tempo era cronometrado, para uma melhor avaliação e comparação.

Apresentação do novo Série 4

Esta “actividade” foi muito ansiada pelos participantes, pois não é todos os dias que se vai a uma “pequena estreia” de um novo veículo, ainda mais de uma nova série (Série 4), sendo tão exclusivo que não era permitida nenhuma captação de fotos ou vídeo.

Este novo Série 4 terá diferentes facetas quer o seu condutor tenha uma condução mais calma e familiar ou de uma forma mais desportiva, destaca-se a excelência de materiais usados, a envolvência e posição de condução, além do excelente espaço interior, quer seja para passageiros quer para bagagem, para um veículo que exteriormente tem as linhas de um coupé desportivo.

Este será um veículo que deverá conquistar um boa quota de mercado, pois irá contar (de entre outros) com o seu motor diesel de 184 cavalos e com preço a rondar os 47 mil euros.

Prova em Pista

Por fim, mas não menos importante, a tão desejada volta a pista do Autódromo do Estoril, no meu caso a bordo de um Serie 3 – 320d, versão curta, era possível escolher diversos veículos de entre a série 3 carro ou série 3 carrinha, todos a diesel e com as cilindradas todas a rondar os 2 litros.

Foi possível verificar que o veículo utilizado, no seu modo Sport, consegue ter também em pista um comportamento, agradável e com muito boas recuperações e comportamento em curva, não sendo este um veículo de competição.

Tendo sido a estreia neste veículo e no autódromo, foi deveras interessante que não se esquece e onde se tira uma importante lição também aplicável a condução em “estrada normais” e muitas esquecido, provocando assim situações menos boas:

Aquando do decorrer de uma condução menos calma (mas não apenas) e face à aproximação de uma curva, é essencial que a travagem seja efectuada antes (e não durante) da curva a efectuar, e a consequente aceleração a partir do apex (o vértice da curva).

 SAM_2052 SAM_2051

Esta foi sem duvida uma actividade a repetir, deixo-vos o video que a própria organização tratou de preparar e fornecer.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=zrHUdDRgqZA&autoplay=0]

Entre estas já mencionadas, houve também a oportunidade de conhecer novas soluções e efectuar mais alguns testes.

Teste do BMW “ActiveE” (100% eléctrico)

Foi possivel testar, fora de circuito e autódromo, o prototipo “ActiveE” eléctrico, aquele que é a plataforma de testes

ActiveE

para a nova solução de veículos 100% eléctricos da BMW, este é de uma extrema suavidade e silêncio na sua condução, com um binário constante e com a curva de aceleração constante e bastante elevada.

Este contém a última das evoluções, no mundo das evoluções em termos de veículos eléctricos.

Penso que esta solução, será o futuro e que de certeza já estaria com um uso e expansão mais elevado, não fossem os lobbies do mundo do petróleo.

Este veículo exclusivo, está avaliado em cerca de meio milhão de euros, existindo menos de 100 em todo o mundo.

Scenic Drive

Esta foi, a par com a condução desportiva em pista, aquela que mais emoção proporcionou, consistia na condução, fora do autódromo, através da bela serra de Sintra (com a suas belas curvas…) e ao longo de parte da auto-estrada A5, de um ou vários veículos a escolha.

A escolha recaiu sobre os novos Z4 2.0i e o Serie 3 Grand Turismo 2.0d.

BMW Driving Experience 2013

BMW Driving Experience 2013

Começando com o Z4 com mudanças manuais, este proporciona apenas um elevado prazer de condução em rotações mais altas, mas quando lá chega… bem há coisas que não se descrevem com palavras… digamos que as curvas da serra de Sintra, deixaram por alguns momentos de ser um ambiente calmo e silencioso, mas com uma boa dose de adrenalina no ar.

Já a sua condução num ambiente citadino é algo duro em termos de suspensão, algo expectável num veículo puramente desportivo; em auto-estrada essa dureza não é notada, proporcionando uma boa condução com os cabelos sempre ao vento, numa posição de condução soberba , onde a ergonomia é quase perfeita.

Foi então altura de passar para o novo Serie 3 GT, com o seu motor a diesel de 2 litros, um veículo mais “calmo”… pensava eu; pois bem enganado estava.

Novo Serie 3 GT

Apesar do seu peso e tipo de carroçaria, o motor cheio de imenso potencial e binário causaram sensações dignas de deixar boas memórias, sempre com força disponível e passível de causar algumas “fugas da parte traseira do veículo”, isto numa condução também ela desportiva, obviamente propositada.

Numa condução mais calma e apropriada para um ambiente familiar, este tem um comportamento digno de referência, aliás todo o novo Série 3 GT, inspira qualidade e segurança, elevando assim o status do seu condutor.

 

Em todo o recinto, estavam expostos diversos veículos da marca, dos quais quero apenas expôr aquele que é um dos mais icónicos e conhecidos da BMW, o seu novo M6.

SAM_2014

Estes eventos, além de divertidos têm também uma função didáctica, onde é possivel melhorarmos os nossos hábitos de condução, pelo que se tornam num valor acrescentado para os participantes e de louvar a aposta das marcas na realização dos mesmos.

Resta-me agradecer a JML e WL, pela oportunidade proporcionada, para além de congratular a própria BMW, por mais este excelente evento, cheio de vida e partilha de conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *