Resumo do fim-de-semana desportivo

 

Este fim-de-semana foi recheado de resultados positivos para os pilotos portugueses em várias modalidades, desde a dupla vitória de Álvaro Parente no campeonato FIA GT, à vitória de Miguel Barbosa na Baja TT de Idanha-a-Nova e ao duplo pódio de António Félix da Costa em Paul Ricard.
E hoje até falamos de ciclismo. Mas vamos aos detalhes.

Álvaro Parente e Sebastien Loeb conseguem dupla vitória no FIA GT

Resumo_FDS_20130930_AP1

Depois de dominarem os treinos livres e vencerem a corrida de qualificação, a dupla luso francesa Álvaro Parente e Sebastien Loeb venceu a corrida principal do campeonato FIA GT no circuito de Navarra.

Sebastien Loeb iniciou a corrida aos comandos do McLaren MP4-12C, tendo partido bem e aguentado a liderança até à troca de pilotos, altura que seguia com 12 segundos de avanço para o segundo classificado, Andreas Zuber. Álvaro Parente cumpriu na perfeição a segunda parte da corrida, conseguido terminar a corrida com 21 segundos de diferença para o segundo classificado.

Finalmente tivemos um fim de semana sem problemas e, como se pode perceber pelos resultados, demonstrámos que, sem azares, podemos lutar pelos primeiros lugares regularmente. Este é um desfecho muito importante para todos nós e chega num bom momento”, afirmou Álvaro Parente, bastante satisfeito.

 

Félix da Costa consegue dois pódios em Paul Ricard

Resumo_FDS_20130930_AFC

Na dupla sessão da Fórmula Renault 3.5 que decorreu no circuito francês de Paul Ricard, Félix da Costa terminou a primeira corrida em 2º lugar, depois de ter largado da terceira posição da grelha. No entanto, a desclassificação de Kevin Magnussenm que terminou a corrida em primeiro lugar, devido a uma inconformidade no DRS do seu monolugar, a vitória na corrida acabou por ser atribuída ao piloto português.

Já na segunda corrida, Félix da Costa, que largou da 4ª posição da grelha, conseguiu ganhar uma posição ainda na primeira volta e não voltou a largar a 3ª posição. Esta segudna corrida foi ganha por Kevin Magnussen, desta vez sem qualquer infracção aos regulamentos.

No final da segunda corrida, António Félix da Costa demonstrou-se “satisfeito e com sensação de dever cumprido por ter extraído todo o potencial do nosso carro este fim-de-semana e conquistado uma vitória e um 3º lugar. O Kevin Magnussen e a sua equipa estiveram um furo acima da concorrência este fim-de-semana e temos de analisar as razões. Estamos a uma ronda do final do campeonato e em conjunto com a Arden vamos continuar a trabalhar intensamente para em Barcelona estarmos em posição de lutar pela vitória e procurar fechar o ano com chave de ouro”.

 

Miguel Barbosa venceu Baja TT de Idanha-a Nova

Resumo_FDS_20130930_MB

Depois de ter garantido o título nacional na última prova, Miguel Barbosa e Luís Ramalho venceram com grande facilidade a Baja TT Idanha-a-Nova, mantendo assim a invencibilidade no campeonato. Numa prova em que o segundo classificado ficou a mais de meia hora do vencedor, não há muito para dizer, uma vez que Miguel Barbosa e a sua equipa estão muito acima da concorrência a todos os níveis, a começar logo pela rapidez.

Para Miguel Barbosa, a “única” dificuldade foi o percurso: “foi muito difícil, sobretudo na primeira passagem, porque choveu muita de manhã e o piso ressentiu-se disso e causou-nos bastantes dificuldades uma vez que era mais fácil cometer erros. Esta vitória ficou a dever-se muito à estratégia que montámos tanto a nível da utilização dos diferentes conjuntos de pneus como da própria afinação do carro. Conseguimos imprimir um ritmo alto desde o início e conseguimos mantê-lo até final. Foi uma vitória importante em que fizemos tudo no momento certo. Foi um bom teste para a prova rainha do campeonato, a Baja de Portalegre, que pretendemos vencer“.

 

Rui Costa é Campeão Mundial de Ciclismo

Resumo_FDS_20130930_RC

É claro que não podíamos deixar de mencionar o feito histórico do ciclista Rui Costa, que ontem conquistou a medalha de ouro na prova de estrada dos Mundiais de Ciclismo em Itália.

Apesar de não ser um desporto motorizado, o ciclismo corre-se, normalmente, “pela estrada fora“, pelo que aqui fica a nossa homenagem a este magnífico ciclista português que é o novo Campeão do Mundo.

O ciclista português percorreu os 272,26 quilómetros da prova em 7 horas, 25 minutos e 43 segundos, tendo ultrapassado nos últimos 150 metros o espanhol Joaquin Rodriguez.

 

[youtube http://youtu.be/Vnvf9CKdAdU]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *