Grafeno pode ser a solução para a visão térmica de baixo custo

As câmaras muito têm evoluído, mas os sensores para visão térmica continuam a ser um dos produtos que teimam em não descer de preço. Agora, há esperanças que o grafeno possa mudar essa situação e facilitar o acesso à visão térmica.

graphenenightvision_1

O maior problema com os sensores usados para as câmaras térmicas prende-se com o facto da grande maioria deles necessitar de sistemas de arrefecimento que os tornam volumosos e dispendiosos. Mas investigadores decidiram usar grafeno como detector, e os resultados são promissores.

graphenenightvision_2

Este sensor com pixeis de grafeno não só é extremamente fino e resistente; como também é transparente e funciona à temperatura ambiente sem necessidade de qualquer refrigeração ou ventilação especial.

É certo que ainda há muito por fazer até que uma câmara com sensor térmico de grafeno se torne comercialmente viável, mas esta investigação dá mais um passo no sentido de no futuro a visão térmica se tornar numa funcionalidade tão comum em qualquer dispositivo quanto hoje são as câmaras convencionais – e olhando ainda mais para o futuro, poderia permitir coisas como pára-brisas de automóveis ou janelas que simultaneamente fossem capaz de nos mostrar o mundo no seu espectro térmico.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *