Automóveis com “caixa negra” obrigatória a partir de 2022

A Comissão Europeia aprovou uma nova série de requisitos de segurança para os automóveis que serão obrigatórios a partir de 2022, incluindo sistemas de alerta em caso de sonolência ou distracção, e também o registo de dados em caso de acidente.

Os acidentes rodoviários continuam a ser um flagelo, e a UE quer acelerar a adopção de sistemas de segurança que os possam evitar. Para isso, à semelhança do que foi feito no passado para os cintos de segurança, ABS e controlo de estabilidade, a partir de 2022 passará a ser obrigatório que todos os veículos incluam uma nova gama de ajudas tecnológicas à condução.

Entre elas encontram-se coisas como sistemas de alerta em caso de sonolência ou distracção do condutor, adaptação inteligente da velocidade, sensores ou câmaras de marcha-atrás, aviso de saída da faixa de rodagem, sistemas de travagem de emergência, ou ainda sistemas que permitam a condutores de autocarros e veículos pesados ver e alertar para o que se passa em redor do veículo. Adicionalmente, todos os dados serão registados numa “caixa negra” para auxiliar as investigações em caso de acidente.

A UE estima que com estes sistemas se possam evitar 25 mil mortes e 140 mil feridos graves ao longo da década seguinte; constituindo mais um importante passo em direcção ao objectivo “Visão Zero” de eliminar completamente as mortes e feridos até 2050.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *