Mecanismo “quebra-gelo” da Tesla parte dedo a criança

A Tesla enfrenta mais um caso mediático, após um pouco-conhecido mecanismo quebra-gelo que tem nas portas ter partido o dedo a uma criança.

O mecanismo, situado na parte interior das portas, perto da zona do fecho, consiste num “empurrador” que é activado quando o carro detecta que o mecanismo normal de abertura não está a conseguir abrir a porta – situação que pode ocorrer quando existe gelo. Nessas situações, o empurrador “força” a porta a abrir. O problema é que uma criança curiosa terá conseguido enfiar um dedo no bloco, que ao recolher lhe prendeu e partiu o dedo.

Para além de dizerem que a Tesla deveria ter concebido o sistema de forma a que não se pudesse “enfiar um dedo”, queixam-se também de que este sistema não é descrito no manual de utilização do carro. Por isso mesmo, desconheciam que o mesmo poderia ser activado carregando-se duas vezes no puxador da porta – o que teria evitado o tempo que ela lá passou presa, e a necessidade de cortar a porta para chegar ao mecanismo.

… Embora não seja sítio onde se espere que alguém vá meter o dedo, penso que não teria sido complicado para a Tesla antever essa possibilidade, e fazer com que o empurrador não tivesse um “buraco” onde se pudesse enfiar o dedo. Aliás, parece me que seria o pensamento lógico para qualquer tipo de mecanismo retráctil. E no mínimo, que indicasse no manual a existência deste mecanismo e a forma de o activar.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *