Tesla revela Cybertruck futurista

A Tesla revelou finalmente o seu muito aguardado Cybertruck, com um design futurista tal como se imaginava, mas que só chegará ao mercado no final de 2021 – se não houverem os habituais atrasos da Tesla.

As poucas imagens reveladas do Cybertruck faziam prever que esta pickup da Tesla tivesse um design pouco convencional, e assim é. O Cybertruck chega com um design angular e com painéis planos que parece saído de um filme de ficção científica.

A estrutura da carroçaria promete ser super-resistente, contando também com vidros “blindados” (embora a demonstração de resistência tenha corrido duplamente mal, com os vidros a estilhaçarem nas duas tentativas feitas), e também com a promessa de bastante modularidade. O volume da zona de carga traseira pode expandir-se com a recolha da cobertura, e a tampa traseira pode servir de rampa para facilitar a carga / descarga (demonstrado por uma uma moto-4 eléctrica “Cyberquad” da Tesla que muitos esperarão ver à venda no futuro).

O design pode parecer (e é) chocante à primeira vista, mas acredito que seja apenas o impacto inicial. Daqui por alguns meses, depois de se verem mais fotos e vídeos do Cybertruck, acredito que se comece a tornar bastante mais “natural”.

O Cybertruck estará disponível em três versões:

  • Single motor RWD – Autonomia 400 km, velocidade máx 177 km/h- $39.900
  • Dual motor AWD – Autonomia 480 km, velocidade máx 190 km/h – $49.900
  • Tri motor AWD – Autonomia 800 km, velocidade máx 210 km/h – $69.900

De referir que mesmo na versão mais “fraca” estamos a falar de uma pickup que pode acelerar dos 0 aos 100 km/h em 6,5s, e que na versão tri motor envergonhará muitos super-carros, fazendo-o em apenas 2,9s. Todas as versões contam com suspensão pneumática ajustável.

As versões mais baratas estão prometidas para o final de 2021, com a versão tri motor mais potente a só dever chegar ao mercado no final de 2022 – e isto, se a Tesla conseguir cumprir os prazos (coisa que não tem muita tradição de conseguir fazer).

Há interessados? 🙂

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *