Autopilot da Tesla aprende a dar curvas na Europa

Depois de ter limitado a capacidade de dar curvas na Europa, a última actualização do Autopilot da Tesla parece voltar a ser capaz de lidar com curvas mais apertadas.

Os clientes europeus da Tesla há muito que são penalizados face aos seus congéneres norte-americanos, já que a legislação europeia impede que por cá o Autopilot possa fazer algumas das coisas que faz nos EUA. Para além de coisas o Enhanced Summon que por cá tem que ser feito a poucos metros do carro (enquanto nos EUA pode ser feito a dezenas de metros de distância), uma das limitações mais frustrantes era a redução da capacidade de viragem do volante, que fazia o Autopilot desactivar-se perante curvas mais apertadas… mas isso é coisa que parece ter sido resolvido com a última actualização.

Como se pode ver no vídeo que se segue, após a actualização 2020.16.3.1, o Autopilot volta a ser capaz de lidar com curvas mais apertadas, correctamente fazendo a desaceleração atempada. Ainda não será recomendável ir para as estradas de montanha no Gerês e deixar que seja o Autopilot a lidar com tudo, mas sempre será mais agradável do que estar a vê-lo desistir assim que chegava à primeira curva mais apertada.

Igualmente interessante, mais um vídeo que revela os detalhes sobre o que o Autopilot vê através das múltiplas câmaras que os Tesla.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *