CUPRA é a primeira marca automóvel a participar no Extreme E

A CUPRA está a levar o seu património desportivo para os tempos contemporâneos, juntando-se ao Extreme E racing series como principal parceiro da equipa da ABT Sportsline.

O envolvimento com a Extreme E reúne o forte conhecimento desportivo da CUPRA e uma nova abordagem às corridas electrificadas. A Extreme E, a competição eléctrica de SUV off-road, deverá atravessar alguns dos ambientes mais extremos e remotos do mundo em 2021. A temporada inaugural será realizada em todo o Ártico, Deserto, Floresta Tropical, Glaciares e Oceano, seleccionando lugares que foram danificados ou afectados pelas alterações climáticas.

Este projecto ajudou a marca a desenvolver o seu conhecimento, à medida que faz uma viagem em direcção à electrificação tornando-se uma parte cada vez mais importante da sua linha de veículos de passageiros. E conta agora com o CUPRA Leon híbrido plug-in, que será seguido no início de 2021 pelo CUPRA Formentor híbrido plug-in, que estará disponível em duas variantes diferentes, e será acompanhado pelo CUPRA el-Born no segundo semestre do próximo ano. Todos os veículos trarão mobilidade sustentável com o carácter e dinamismo que os entusiastas desejam.

A CUPRA irá juntar-se à ABT Sportsline como principal parceiro da equipa de corridas, e contribuirá para alinhar uma equipa de engenheiros e pilotos para esta odisseia eléctrica. O Extreme E tem um formato desportivo de igualdade de género, pelo que as equipas devem colocar no campo um homem e uma mulher. O primeiro dos quais é o embaixador da CUPRA, o campeão de Rally Cross e DTM, Mattias Ekstrom.

O envolvimento da CUPRA no Extreme E não se deve apenas ao desejo de ultrapassar o desporto motorizado, mas também de alimentar o conhecimento acumulado de volta à sua linha de veículos de passageiros para que possa desenvolver e oferecer a experiência ideal aos condutores. Além disso, este campeonato é uma plataforma de entretenimento em todos os canais que vai aumentar a visibilidade da marca.

Há muitas áreas onde o know-how pode ser transferido, o que deverá trazer enormes desenvolvimentos para futuros veículos em áreas como a condução, o fornecimento de energia, a configuração do chassis e direcção. A temporada inaugural do Extreme E deverá começar no início de 2021 com um formato de cinco etapas. A viagem global utilizará a sua plataforma internacional de entretenimento para promover a electrificação, a sustentabilidade e a igualdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *