2020 foi o ano da aceleração do caminho para a electrificação no BMW Group Portugal

Durante o ano de 2020, o BMW Group reforçou a sua estratégia de electrificação, tendo feito uma aposta significativa numa frota mais ecológica e sustentável, através do lançamento de 12 veículos electrificados.

Em 2020 foram transacionados 145.417 automóveis de passageiros e 29.208 motos em Portugal, o que corresponde a uma quebra superior a 31% face a 2019. As três marcas do BMW Group – BMW, MINI e BMW Motorrad – venderam 14.415 unidades em Portugal (-27% face a 2019), revelando uma performance superior ao mercado.

BMW – Veículos electrificados representam 30% das vendas de 2020

A BMW registou 10.519 unidades vendidas em Portugal em 2020, o que corresponde a um decréscimo de 25% face ao ano de 2019 – uma performance superior ao mercado automóvel, que registou uma quebra de 35%. A constante aposta na gama de novos produtos electrificados foi uma das principais razões pelo bom desempenho da marca durante este ano, representando actualmente 30% das suas vendas totais, com 3.099 unidades vendidas em 2020 – um aumento de 23% em relação ao ano de 2019.

O BMW Série 1 é o modelo mais vendido da marca, representando cerca de 31% do total de vendas, seguido do BMW Série 3, que representa 20% das vendas totais em Portugal.

De salientar a performance da marca nos segmentos superiores, onde os modelos Série 3 Touring (984 unidades, +37%), X3 (567 unidades, +16%) e X5/X6 (310 unidades, +77%) obtiveram um desempenho acima da média. De realçar também o modelo BMW 330e berlina que foi o Plug-in Hybrid mais vendido no mercado Português em 2020, com 1.169 unidades vendidas.

MINI – Modelos electrificados já representam 30% das vendas da marca em Portugal

A MINI registou um total de 1.794 unidades vendidas o que corresponde a um decréscimo de 30% face a 2019. Este resultado continua a ser condicionado pelo facto de já não existirem motorizações a gasóleo nos modelos MINI (3 e 5 Portas) e MINI Cabrio, assim como pelo contexto da pandemia.

Em 2020, e pela primeira vez, a MINI lançou um modelo totalmente eléctrico: o MINI Cooper SE 3 Portas (MINI Electric). Este modelo revelou-se um sucesso comercial, terminando o ano com 235 unidades vendidas, o que corresponde a 13% do total de vendas MINI. Esta versão contribuiu fortemente para a excelente performance do MINI 3P.

O modelo mais vendido foi o MINI Countryman, tendo registado um total de 601 unidades, sendo que 368 são da versão híbrida – a versão mais vendida da marca pelo segundo ano consecutivo. Actualmente, os modelos MINI electrificados já representam 30% do total das vendas da marca em Portugal.

2020 foi também assinalado pelo lançamento do MINI John Cooper Works GP, tendo sido vendidas as 37 unidades disponíveis para Portugal antes da sua chegada ao território nacional. A gama John Cooper Works acompanhou a performance deste modelo e, com 146 unidades vendidas, registou o melhor resultado de sempre.

BMW Motorrad – Novo recorde absoluto de vendas

Com 2.102 unidades vendidas e um crescimento de 19%, a BMW Motorrad registou o seu melhor resultado de sempre em Portugal. Este resultado ganha ainda maior expressão se tivermos em consideração que o mercado das motos em Portugal registou uma quebra de 6,4% no segmento acima dos 125cc.

O maior contributo das vendas continua a ser dos modelos BMW R 1250 GS e BMW R 1250 GS Adventure, com 774 unidades vendidas.

A Gama F, com 543 unidades vendidas e um crescimento de 53%, foi determinante para o crescimento da marca, onde as mais recentes F 900 R e F 900 XR desempenharam um papel crucial. A Gama C (Scooters), registou também um crescimento significativo de 37%, com 267 unidades vendidas. A BMW Motorrad é consecutivamente líder no segmento dos motociclos com cilindrada superior a 750cc, mantendo-se como a terceira marca mais vendida no mercado de motociclos acima de 125cc em Portugal, tendo aumentado de forma significativa a sua quota de mercado de 12% para 16%.

Após-Venda – Foco no digital

Com um volume de negócios de cerca de 71 M€, a marca BMW registou um decréscimo de 11% na venda de peças, acessórios e lifestyle, como consequência da actual situação pandémica. A marca MINI, com um volume de negócios de aproximadamente 5.0M€ apresentou igualmente um decréscimo de 11% e a marca BMW Motorrad, com um volume de negócios de 5.6 M€, decresceu 6%.

2020 foi um ano marcado por um forte investimento em soluções digitais e remotas de serviço e apoio aos Clientes, de forma a permitir uma adaptação à situação criada pela pandemia, potenciando a sua retoma em 2021.

BMW Financial Services – Resiliência face aos desafios de 2020

Em 2020 a carteira de financiamento da BMW Financial Services atingiu os 645 M€, representando um ligeiro decréscimo de 8,6%, face ao ano de 2019. Foram activados 7.422 novos contratos de financiamento, representando uma redução de 23% face ao ano anterior. Deste número total de financiamentos, 60% tiveram como objecto automóveis novos BMW e MINI, 16% motociclos novos BMW Motorrad e 24% veículos usados. O capital financiado dos contratos activados no decorrer do ano atingiu o valor de 178 M€.

Destaca-se o novo recorde absoluto atingido em 2020 no que diz respeito aos financiamentos de motociclos novos BMW, com 1.165 contratos activados no decorrer do ano, representando um aumento significativo de 46% face ao ano de 2019.

No segmento de seguros, 4.198 novos contratos foram activados em 2020, o que corresponde a uma redução de 6,7% em comparação com o ano anterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *