Caixa de variação contínua (CVT) em LEGO

Quem tiver curiosidade em ver como funciona uma caixa automática de variação contínua (CVT) pode recorrer aos LEGO para o fazer.

Há muito que a LEGO (e fãs) nos fascinam com impressionantes criações mecânicas que nos permite ver bem de perto como funcionam. Temos veículos LEGO Technic que contam com avançados sistemas de transmissão 4×4, incluindo caixas de velocidade e diferenciais, e que permitem a qualquer pessoa ficar com um conhecimento prático de como estes componentes mecânicos funcionam. Desta vez, temos a criação de um fã que exemplifica o funcionamento de uma caixa de variação contínua.

Ao contrário das caixas de velocidades tradicionais (manuais ou automática) que têm um número fixo de relações / “velocidades”, as caixas CVT permitem criar um número infinito de relações entre a rotação de entrada e a rotação de saída, permitindo até manter a mesma velocidade mas com binário variável optimizado para cada ocasião.

Embora existam alguns carros com este tipo de caixas automáticas, é mais frequente vê-las usadas em veículos mais simples, como as scooters, onde o binário mais reduzido simplifica as coisas. Por outro lado, talvez também se possa atribuir o seu uso reduzido ao facto de terem sido proibidas na F1, impedindo que a Williams (nos seus tempos áureos) se arriscasse a deixar as outros equipas para trás com o seu FW15C CVT – embora se tornasse estranho ver provas em que se ouviria o motor sempre a funcionar à mesma rotação, apesar do vermos o carro a abrandar e andar lentamente ou a acelerar e rodar a alta velocidade… 🙂

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *