DS Automobiles prolonga participação na Formula E até 2026

Depois de ter brilhado com as duas primeiras gerações dos seus monolugares de Fórmula E, a DS Automobiles vai desenvolver uma nova viatura de competição, renovando, assim, o seu comprometimento com esta fórmula 100% eléctrica.

A DS Automobiles é o único constructor a ter ganho pelo menos um E-Prix em todas as temporadas desde que o Campeonato foi criado. Com Jean-Éric Vergne, António Félix da Costa e a DS TECHEETAH, a DS Automobiles conquistou todos os títulos de Pilotos e de Equipas das duas últimas épocas, tendo para si o recorde em número de vitórias e de ‘pole-positions’ desde a introdução dos monolugares “Gen2”.

A partir da temporada de 2022/2023, o novo monolugar de terceira geração (“Gen3”) será mais leve, mas também mais potente, graças a evoluções significativas que permitir um aumento da potência em 40%, até aos 350 kW na configuração de Qualificação e aos 300 kW na de Corrida. Aplicado em ambos os eixos, o sistema de recuperação de energia atingirá um máximo de 600 kW, em comparação com os actuais 250 kW. Em linha com a sua filosofia, a Fórmula E permitirá que cada constructor desenvolva a sua própria unidade de potência e o inerente ‘software’.

A DS Automobiles e a sua parceira TECHEETAH encontram-se, presentemente, a preparar-se para a jornada inaugural da Temporada 7 do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula E, que se realizará em Diriyah (Arábia Saudita) nos dias a 26 e 27 de Fevereiro. Ali terão lugar aquelas que serão as primeiras duas corridas noturnas da história da Fórmula E. Ao volante dos dois monolugares DS E-TENSE FE20 irão estar António Félix da Costa, o actual Campeão em título, e Jean-Eric Vergne, o único duplo Campeão da Fórmula E.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *