Tesla deixou de fazer teste crítico para acelerar produção do Model 3

A Tesla conseguiu finalmente produzir 5 mil Model 3 por semana e pôs um sorriso no rosto dos europeus ao anunciar que o Model 3 chegará à Europa este Verão, mas há quem acuse a empresa de estar a ultrapassar testes críticos de segurança para conseguir este aumento de produção.

O teste, de rolamento e travagem, é considerado de importância crítica para a segurança do carro, mas a Tesla diz que o teste é redundante e desnecessário, uma vez que todos os Tesla são sujeitos a um teste de condução onde são avaliados esses e outros parâmetros.

Depressa se descobrirá se é mesmo assim, ou se a Tesla estará novamente a querer reinventar algo que os restantes fabricantes já descobriram que não resulta – esperemos é que isso não seja feito à custa da segurança dos clientes.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *