LIDAR da RoboSense vê até 200 metros

Embora algumas marcas continuem a tentar manter-se afastadas dos LIDARs, estes serão essenciais para os veículos completamente autónomos, e a RoboSense tem boas notícias para quem os quiser utilizar.

A RoboSense tem-se especializado na criação de LIDARs de estado-sólido, sem as habituais torres rotativas que actuam como “faróis” para fazerem o seu varrimento e receberem a informação 3D do mundo em seu redor. Por si só, esta vertente de não terem partes móveis já os torna bastante atractivos, mas as vantagens não se ficam por aí.

O novo RS-LiDAR-M1 adopta um laser de 905nm e consegue ver objectos a 200 metros de distância. Adicionalmente, consegue manter uma alta-resolução 3D, capaz de detectar coisas de pequena dimensão, como grades e outras barreiras que poderiam não ser visíveis noutros sistemas.

A RoboSense também conseguiu duplicar o campo de visão do seu LIDAR, que agora passa a ser de 120º, significando que bastam poucas unidades para se ter uma imagem 3D de alta-resolução em todas as direcções. A empresa recomenda a utilização de cinco unidades, para permitir ficar com unidades redundantes indispensáveis para a utilização em veículos 100% autónomos, e se tradicionalmente isso significaria um enorme investimento, aqui estamos a falar de LIDARs que terão um custo de $200 por unidade. Isto faz com que, mesmo que se utilizem as cinco unidades, estamos a falar de um investimento de apenas $1000, bastante aceitável face aos benefícios obtidos.

Estes novos LIDARs irão estar em demonstração no CES, e não deverão ter falta de marcas automóveis e empresas tecnológicas interessadas.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *