NASA avança com telescópio espião reciclado WFIRST

A NASA passou mais uma fase do curioso telescópio espacial WFIRST, nascido de um satélite espião reciclado.

O WFIRST (Wide Field Infrared Survey Telescope) passou a fase de análise preliminar, que significa que todas as peças (orçamento, planeamento, desempenho) foram aprovadas e que se pode avançar para a finalização do projecto. Este satélite, que no futuro nos poderá dar uma visão muito mais abrangente do universo, tem uma origem curiosa, pois inicialmente estava a ser desenvolvido para ser um satélite espião – sendo posteriormente oferecido à NASA pelo NRO (National Reconnaissance).

Com uma câmara de 300MP e um espelho de 2,4 metros, este telescópio conseguirá apanhar uma área 100x superior à do Hubble, mas com resolução idêntica! Ou seja, de uma só vez poderá captar uma imagem que, no Hubble, obrigaria a captar uma centena de imagens. Para além disso, conta também com uma ferramenta optimizada para tentar captar exoplanetas em órbitas cerca de 3 a 10 vezes a distância da Terra ao Sol (no fundo, uma sombra que obscurece as estrelas, para conseguir captar a luz reflectida pelos planetas).

Se não houver imprevistos, o WFIRST poderá ser lançado lá para 2025, juntando-se ao James Webb Space Telescope, que se espera ver finalmente no espaço em 2021.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *