ESA vai testar sistema de protecção contra asteróides

A ESA aprovou a missão Hera, que irá avaliar a nossa capacidade de eventualmente deflectir a trajectória de um asteróide em risco de colisão com a Terra, no futuro.

De forma muito menos explosiva do que a representada no filme Armageddon, a missão Hera da ESA e da NASA irá enviar um conjunto de sondas até ao sistema de asteróides duplo Didymos, com uma das sondas a chocar propositadamente com o asteróide mais pequeno (Didymos) a alta velocidade (mais de 21 mil km/h) e as restantes a fazerem as medições para analisar as alterações causadas pelo impacto.

A sonda Hera irá transportar dois CubeSats que funcionarão como drones, aproximando-se da superfície para fazerem medições a curta distância, antes de pousarem no asteróide para obterem o máximo de informação.

Todas as informações serão de extrema importância para que, no futuro, se possa considerar este tipo de táctica contra eventuais asteróides em rota de colisão com o nosso planeta.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *