Mobileye mostra condução autónoma só com câmaras

A Mobileye aproveitou a entrada em 2020 para demonstrar o seu sistema de condução autónoma a circular no meio de uma cidade, recorrendo apenas a câmaras no automóvel.

Dispensando o recurso a radares, LIDARs e sensores de proximidade, a Mobileye – que originalmente fornecia os sistemas utilizados pela Tesla até esta passar a desenvolver o seu próprio Autopilot de raiz – também acredita que as câmaras são suficientes para permitir a condução autónoma total.

Neste caso, temos um carro equipado com um conjunto de 12 câmaras, e que parece não ter qualquer dificuldade em enfrentar o trânsito citadino, incluindo múltiplos cruzamentos e intersecções complicadas. Infelizmente, não se sabe que tipo de mapa é que o sistema utilizou como base, e se seria suficientemente genérico para poder fazer o mesmo em qualquer outra cidade.

Ainda assim, conseguem-se ver alguns pormenores interessantes naquilo que é reconhecido pelo sistema, incluindo a detecção de peões parcialmente obstruídos por veículos ou outros objectos, diferenciação do tipo de veículos na estrada, etc. Embora me pareça que a tentativa de dispensar os LIDARs estará condenada, tendo em conta que até a Velodyne já começou a oferecer LIDARs que custam apenas 100 dólares.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *