SEAT e CUPRA tornam a sua ofensiva eléctrica uma realidade

A SEAT está a tornar realidade o seu plano para a electrificação anunciada no ano passado. Depois de apresentar a nova geração SEAT e CUPRA Leon, que têm versões híbridas, a empresa apresentou em videoconferência o CUPRA Formentor, que iria ser exibido no Salão Automóvel de Genebra.

O Formentor é o primeiro veículo concebido exclusivamente para a CUPRA e terá também uma versão híbrida plug-in. Com a electrificação dos modelos da sua gama, a SEAT pretende oferecer aos clientes uma opção de condução mais sustentável: todos os modelos apresentam uma autonomia eléctrica de 60 km e emissões de CO2 inferiores a 50 g/km. Assim, a automobilística reforça o seu compromisso com o
ambiente e com os acordos de Paris, com o objectivo de se tornar uma empresa neutra em CO2 até 2050, tanto para os seus automóveis como para a sua actividade produtiva.

O novo SEAT Leon, nas suas versões 5 portas e Sportstourer, já está em produção na sede da SEAT em Martorell. A estes juntar-se-á o CUPRA Leon, em meados do ano e o CUPRA Formentor, que iniciará a produção no segundo semestre do ano. A fabrico destes novos modelos nas instalações centrais da SEAT em Martorell ajudará a aumentar o volume de produção da fábrica, que actualmente está-se a aproximar da sua capacidade máxima. A estes híbridos fabricados em Martorell juntam-se o Tarraco PHEV e os eléctricos de bateria Mii electric e el-Born.

O SEAT Leon (hatchback e sportstourer) terá diferentes motores: combustão, GNC, PHEV e mHEV (micro híbrido). No caso da versão GNC, é apresentado pela primeira vez com uma unidade de GNC de 1,5 litros que gera uma potência de 96 kW/130CV. O veículo integra três tanques de GNC com uma capacidade total líquida de 17,3 kg, dando ao novo SEAT Leon TGI um alcance de 440 km sem reabastecimento. O Leon será comercializado a um preço inicial de 20.000 euros na Alemanha.

Quanto aos modelos eléctricos, o Leon inclui um motor híbrido de última geração que combina um motor a gasolina TSI com um motor eléctrico plug-in, com um modelo que gera 150 kW/204CV de potência. Tem uma bateria de iões de lítio de 13 kWh que permite uma autonomia de 60 km no modo exclusivamente eléctrico. Também inclui a tecnologia híbrida leve (eTSI), disponível com a unidade 1.0 TSI 81 kW/110CV e a unidade a gasolina 1.5 de 110 kW/150CV, que combina a tecnologia híbrida leve de 48V com um motor de combustão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *