KIA GT CUP está de regresso com recorde de pilotos e equipas

As pistas portuguesas voltaram a receber, no passado fim-de-semana, uma nova temporada da Kia GT Cup, um dos casos de maior sucesso e resiliência da história das competições nacionais de velocidade.

Um total de 28 carros e 31 pilotos aderiram à iniciativa da Kia Portugal e da CRM Motorsport, um recorde absoluto que traduz uma inédita capacidade de superação de equipas e organizadores.

O primeiro dos cinco eventos desta época da Kia GT Cup decorreu este sábado e domingo no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, com um programa desportivo que contemplou duas sessões de treinos privados, duas sessões de treinos cronometrados e duas corridas.

Estreado em 2018, o Kia GT Cup é um Troféu monomarca que integra dois modelos (Ceed e Picanto) e três categorias (Pro, Club e Júnior). Tem constituído um assinalável sucesso, fruto dos custos reduzidos e controlados, com o objectivo de facilitar a prática do automobilismo em Portugal.

Apesar do contexto socioeconómico adverso, decorrente da situação de pandemia, mais de três dezenas de pilotos, de consagrados a juniores, tripulando os Ceed GT ou os pequenos e irreverentes Picanto GT, aderiram à quarta temporada da GT Cup e vão estar presentes em cinco provas ao longo da temporada. Depois de Portimão, será a vez do Circuito do Estoril (10 e 11 de Julho), Braga (11 e 12 de Setembro), uma incursão ao circuito espanhol de Jerez de La Frontera (6 e 7 de Novembro), e o regresso ao Estoril para o encerramento com a “Taça Kia” (11 e 12 de Dezembro).

A época de 2021 do Kia GT Cup mobiliza 10 equipas, três novas estruturas (Gianfranco Motorsport, MG Competição e PB Racing) e 13 caras novas (Luís Caetano, Tomás Guedes, Carlos Gouveia, Rafael Antunes, Vítor Gouveia, Luís Cidade, Gustavo Júnior Moura, Jorge Setas, André Pinto, Francisco Matos Gil, Manuel Rodrigues de Sousa, Pedro Falé e André Regueiro).

Todas as informações a respeito da prova inaugural podem ser consultadas nas redes sociais Facebook e instagram do Kia GT Cup.

Os modelos Kia em Pista

O citadino Picanto GT Line serve de base aos Picanto da GT Cup, com alterações resumidas à admissão, sistema de escape e controlo electrónico do motor 1.0 Turbo T-GDI. Estas modificações, rigorosamente regulamentadas e observando um apertado controlo de custos, elevam a potência do Kia Picanto GT Line de 100 para 150 cv, mantendo intacta a elevada fiabilidade reconhecida à marca e ao modelo. O “KIT Troféu” que compõe a versão de competição GT Cup soma alterações nas suspensões, jantes e pneus, recebendo ainda um conjunto de elementos determinantes para a segurança em pista do piloto e um kit de imagem vital para a comunicação do Troféu.

No caso do Ceed, entra-se numa “liga” mais avançada, mas mantendo o espírito de competição monomarca. A base é a versão de série GT, com motor 1.6 Turbo, que vê a sua potência subir de 204 para 240 cv. Adopta uma caixa sequencial Sadev de 6 velocidades e é munido de um novo pack de travões com pinças AP Racing, repartidor e ajuste de pressão, entregando um poder de travagem que cumpre não só os requisitos dos pneus semi-slick da Toyo Tires, como ainda a utilização de full-slicks para pilotos que desejem participar em qualquer corrida de Velocidade ou Montanha. O novo Kia Ceed GT assume-se, assim, como a fórmula em Portugal com a melhor relação custo-benefício no que a carros de turismo diz respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *