Tesla quer vender modo FSD a outros fabricantes

A Tesla volta arreliar fãs e clientes, revelando a sua intenção de vender o modo FSD a outros fabricantes – quando ainda nem sequer o disponibiliza aos clientes que já pagaram por isso há anos e continuam à espera.

O célebre apanágio de “colocar o carro à frente dos bois” parece aplicar-se quase literalmente à Tesla, com um ajuste para “colocar o FSD à frente do carro”. Apesar das muitas melhorias feitas ao longo dos anos, o modo FSD de condução autónoma total continua a ser uma miragem eternamente prometida por Elon Musk como “estando para breve”. Enquanto isso, os meses vão-se tornando em anos, e quem pagou milhares de euros pela opção continua a aguardar, sem qualquer data prevista de quando poderá receber aquilo pelo qual pagou.

Torna-se por isso compreensível que, para alguns clientes, a Tesla dizer que quer fornecer o software FSD a outos fabricantes se torne na gota de água que demonstra o ridículo de toda esta situação. A Tesla não é capaz de fornecer o modo FSD aos clientes que já pagaram por ele (ou recusá-lo a quem não for considerado “bom condutor”), e já fala de o querer vender a outros fabricantes?

Começa a ser um padrão preocupante depois de coisas como adiar a entrega dos novos Model S aos clientes que foram os primeiros a comprá-los (a não ser que aceitem pagar mais), ou de também ter unilateralmente aumentado drasticamente os preços do telhado solar a quem já o tinha comprado.

É certo que a Tesla conta com alguns dos mais fiéis e fervorosos fãs da actualidade; mas quanto mais estarão dispostos a aturar até começarem a pôr em causa essa lealdade?

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *