Tesla limita Autopilot na Europa

Embora a Tesla continue a prometer um Autopilot cada vez mais capaz, na Europa a empresa de Elon Musk está a alertar quem tenha os Model S e Model X que a próxima actualização irá limitar as capacidades do Autopilot.

A medida visa cumprir com a legislação europeia, e irá afectar apenas os Model S e Model X que ainda não tiverem estas alterações (que já estão implementadas nos Model 3). Entre elas encontram-se coisas como um limite máximo de 15 segundos sem as mãos no volante quando se tem o Autopilot activado, mudança de via automática com limitações de tempo e apenas possível em estradas com divisória entre faixas, summon com o utilizador a uma distância de 6 metros do veículo, e redução do grau de rodagem do volante permitido durante o Autopilot – o que pode impedir que o Autopilot possa fazer automaticamente curvas mais apertadas.

São limitações que reduzem drasticamente as funcionalidades do Autopilot face ao que é possível nos EUA, mas que estão a cargo das entidades europeias responsáveis – sendo elas que terão que actualizar as regras para melhor acolherem as capacidades acrescidas de sistemas como o Autopilot.

Seja como for, isto continua a fazer que os Europeus que pagam os milhares de euros extra pelo acesso ao Autopilot completo continuam a estar prejudicados face aos seus congéneres norte-americanos.

Também de notar que, praticamente no final do ano, a Tesla continua a prometer no seu site para Portugal que o Autopilot irá ter capacidade para condução automática em estradas citadinas, reconhecer semáforos e sinais de stop, e o enhanced summon que permitiria condução 100% autónoma em parques de estacionamento. Uma promessa que desde logo vai contra as restrições aplicadas em cima, onde se obriga o condutor a estar a poucos metros do carro para usar o summon “básico”.

Publicado originalmente no AadM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *